Sport

VP de futebol avalia Eduardo Baptista como 'conhecedor do elenco do Sport'


Guilherme Beltrão, VP de futebol do Sport, ainda confirmou que o clube busca um treinador emergente no mercado

Antônio Gabriel Machado
Antônio Gabriel Machado
Publicado em 13/08/2018 às 10:56
Foto: Acervo/JC Imagem
FOTO: Foto: Acervo/JC Imagem
Leitura:

O vice-presidente de futebol do Sport, Guilherme Beltrão, afirmou que o Sport está em busca de um nome emergente para ocupar o cargo de treinador do clube após a saída de Claudinei Oliveira. Beltrão preferiu não confirmar nenhum nome, mas citou Eduardo Baptista como um conhecedor do elenco rubro-negro.

"Nós temos que buscar quem está no mercado e o perfil que nós queremos, queremos emergente. É um Roger Machado, é um Eduardo Baptista, é um Jair Ventura, é nessa linha que estamos procurando, não aquele treinador que está rodado, é um pessoal com vontade de trabalhar e de aparecer. Esse pessoal mais antigo não está se atualizando hoje", disse Guilherme Beltrão em entrevista à Rádio Jornal nesta segunda-feira (13).

Ainda segundo Beltrão, Eduardo Baptista, nome que é dado como forte nos bastidores leoninos, é um treinador que já trabalhou com boa parte do plantel. "E ele trabalhou aí com mais de 60% dos atletas. Durval e Magrão aqui no Sport, Rafael Marques no Palmeiras... O futebol hoje, todo mundo foge das responsabilidades, os atletas não fogem da zona de conforto e o treinador é o que paga o pato. Os novos vão se consolidando pois são da casa. O pessoal não aguenta mais os treinadores de nome", comentou.

Por fim, Beltrão fugiu dos prazos, mas deixou claro que quer resolver o assunto o mais cedo possível. "Nesse momento as conversas estão sendo iniciadas, mas eu não apontaria ninguém na dianteira. Eu gostaria de estar com esse assunto resolvido até amanhã de manhã", finalizou.

Mercado complicado para os leoninos

Sobre contratações, Beltrão ainda disse que o mercado segue complicado para o Leão, ainda mais com as janelas próximas de um fechamento. "Desde a perda de Anselmo é que nós temos total consciência de reposição, mas o mercado do futebol brasileiro não tem esses atletas. Trouxemos jogadores com contrato rescindido e a CBF computou como cota. Agora, temos que buscar ou fora ou na Série B, e fora só tem mais dois dias", comentou.


Mais Lidas