Sport

Eduardo Baptista foi desleal e não cabe nos valores do Sport, diz ex-presidente Martorelli


Martorelli era presidente do Sport durante a última passagem de Eduardo Baptista e criticou a saída do técnico em 2015

Antônio Gabriel Machado
Antônio Gabriel Machado
Publicado em 15/08/2018 às 14:27
Acervo/JC Imagem
FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

O ex-presidente do Sport, João Humberto Martorelli, criticou de forma veemente a contratação de Eduardo Baptista para o cargo de técnico da equipe leonina. Martorelli era mandatário do clube quando Eduardo trocou a Ilha do Retiro pelo Fluminense, em 2015, sua última e única passagem pela Praça da Bandeira. Segundo o ex-presidente, o treinador foi 'desleal e não cabe nos princípios do Sport'.

"Futebol não vive somente do campo, técnicos e jogadores, futebol também vive de valores. Esse rapaz [Eduardo Baptista], que saiu do clube pela porta dos fundos, depois de eu ter segurado ele como segurei por dois anos, sair sem dar a mínima satisfação, nem a mim e nem a Arnaldo Barros, que era o vice de futebol, foi um gesto de deslealdade e quebra de confiança. Entendo que ele não cabe nos princípios e valores do Sport hoje", comentou João Humberto Martorelli.

O ex-mandatário ainda afirmou que comunicou sua posição a Arnaldo Barros, atual presidente rubro-negro.

"Eu tenho procurado, como ex-presidente, manter uma posição de silêncio a respeito da administração, pois entendo que o ex-presidente tem que assumir uma posição de reserva moral do clube e não ficar se misturando no dia a dia do clube, como alguns ex-presidentes tem feito, com críticas e oposição, o que significa fazer mal ao clube. Todavia, com a contratação desse rapaz [Eduardo Baptista], eu não posso deixar de externar meu completo e veemente desagrado, posição que transmiti ao presidente Arnaldo Barros. Entendo a posição dele, temos que respeitar, mas não posso deixar, por coerência de dizer publicamente, o quanto estou decepcionado com essa contratação", afirmou.

Por fim, Martorelli deixou sua torcida pelo clube. "Quero dizer que meu papel tem que ser de torcer. Torcer para o clube saia dessa situação na tabela e retorne ao seu glorioso e merecido estado. Que volte a ficar entre os principais clubes do futebol brasileiro", finalizou.

Ouça a declaração de João Humberto Martorelli:

Eduardo Baptista retorna ao comando do Sport

Eduardo Baptista é o novo técnico do Sport. O treinador de 46 anos assume a equipe após a saída de Claudinei Oliveira, que entregou o cargo no último domingo (12) após a derrota rubro-negra para o São Paulo, na Ilha do Retiro, por 3 a 1. Com Eduardo, Gustavo Bueno, que também já trabalhou na Ilha, retorna ao clube.

Eduardo Baptista deixou o Sport no ano de 2015, após aceitar proposta para comandar o Fluminense. Pelo clube leonino, foram 114 jogos, sendo 50 vitórias, 30 empates e 33 derrotas, um aproveitamento de 43%. Eduardo é considerado o último treinador estável do clube, que teve oito técnicos desde sua saída.

Após sair do Sport, Eduardo rodou por Fluminense, Ponte Preta, Palmeiras e Atlético Paranaense. Seu último trabalho foi a frente do Coritiba, onde comandou o time por 18 jogos, sendo seis vitórias, oito empates e quatro derrotas. Na oportunidade, Gustavo Bueno era o seu auxiliar técnico.


Mais Lidas