Sport

Me expulsem do futebol, mas não aceito injustiça de arbitragem, diz VP de futebol do Sport


Após derrota para o Santos por 3 a 0, o dirigente do Sport teceu críticas a arbitragem de Dewson Fernandes Freitas

Antônio Gabriel Machado
Antônio Gabriel Machado
Publicado em 18/08/2018 às 18:11
Foto: Acervo/JC Imagem
FOTO: Foto: Acervo/JC Imagem
Leitura:

O vice-presidente de futebol do Sport, Guilherme Beltrão, teceu críticas a arbitragem do jogo entre Santos e Sport, neste sábado (18), na Vila Belmiro. Com a vitória dos santistas por 3 a 1, o dirigente leonino afirmou que a arbitragem, comandada Dewson Fernandes Freitas da Silva (FIFA-PA), foi conduzida e interpelada pelo técnico Cuca, do Santos.

"O juiz foi muito mal. O Santos fez rodízio de falta, Cuca apitou o jogo, interpelou o juiz no meio do campo. O estádio pressionou ele. Quando é na Ilha é juiz da FIFA, quando é fora me bota esse rapaz. Ele pode ser FIFA, mas ele é caseiro. Ele é FIFA pois o presidente da CBF é do Pará, talvez tenha tido influência. O que esse rapaz fez aqui, não justificando, o Santos poderia ganhar o jogo, mas não podemos continuar ser prejudicado. Eles me expulsem do futebol, mas não fico calado de diante de injustiça. O juiz direcionou a arbitragem hoje aqui", disse Guilherme Beltrão.

Beltrão ainda citou que os atletas leoninos reclamaram da arbitragem nos vestiários.

"Nossos atletas estão irados nos vestiários. Fui suspenso quando o Sport ganhou, reclamei daquele juiz do Sport x Atlético-MG, mas hoje não é desculpa. O Cuca fez não existe, o que o juiz fez hoje na Vila Belmiro não existe. Eu não posso conceber. Aí na Ilha você me bota Daronco, que não tem medo da torcida. É apenas uma reflexão, não é justificativa para derrota. É inaceitável, um quadro de árbitro que se diz de qualidade. Estávamos perto do gol, teve uma bola que saiu 2 metros o bandeirinha não deu. Isso é recorrente. Continuamos com os mesmos vícios de arbitragem. Quero desafia qual foi o jogo que o Sport teve um lance duvidoso a favor?", comentou Beltrão.

Ouça a entrevista completa de Guilherme Beltrão


Mais Lidas