INUSITADO

Gol da vitória do Santa foi o primeiro de falta da carreira de Vítor


Lateral-direito tem 36 anos, é destro e fez o gol no canto esquerdo do Operário. Eu dizia à minha esposa que meu sonho era fazer um gol de falta, confessou Vítor na saída de campo

Maria Luiza Falcão
Maria Luiza Falcão
Publicado em 19/08/2018 às 20:05
Foto: Diego Nigro/Arquivo JC Imagem
FOTO: Foto: Diego Nigro/Arquivo JC Imagem
Leitura:

O gol da vitória do Santa Cruz contra o Operário veio de uma cobrança de falta. Mas não qualquer cobrança de qualquer falta. Veio da cobrança mais improvável, dos pés de um lateral direito que tem 17 anos de carreira e nunca havia feito um gol de falta.

Cícero Vítor dos Santos Júnior, mais conhecido como Vítor, tem 36 anos e está no Santa Cruz desde 2015. Já passou pelo Sport, pelo Cruzeiro, pelo Palmeiras e pelo Goiás, depois de ter sido revelado pelo CRAC, também do estado de Goiás. Aos 45 minutos do primeiro tempo, ele foi escalado para cobrar a segunda falta seguida em favor do Santa. A primeira tinha sido batida por Arthur Resende e não deu em nada. O árbitro, porém, viu que Bruno Batata tinha metido a mão na bola e deu uma nova chance ao tricolor.

A improvável cobrança do lateral-direito passou pela barreira e deixou o goleiro Simão a ver navios. A bola batida com parte de dentro do pé direito só parou quando encontrou o canto esquerdo da rede do Operário. Até o narrador Roberto Queiroz foi surpreendido pelo gol.

Ao sair do jogo, Vítor agradeceu a Deus, à torcida e à equipe pelo primeiro gol de falta da carreira. "Eu dizia à minha esposa: meu sonho é fazer um gol de falta e ela dizia: é só treinar que você faz", disse. "Veio no momento certo", completou.

Próximo confronto

O próximo confronto acontece no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, no Paraná, no próximo domingo (26). Se o Santa vencer ou empatar, passa à Série B. Se perder por um gol de diferença, a decisão vai para os pênaltis.


Mais Lidas