Náutico

Náutico deve montar time misto contra o Salgueiro

Náutico viaja até Salgueiro para enfrentar o Carcará, neste sábado, às 16h, pela Copa do Nordeste

Publicado em 01/02/2019 às 10:00
Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:
Treinador destacou a parte tática do Náutico e mira 2019 de sucesso
Diego Nigro / JC Imagem

Por Fernando Castro, do Jornal do Commercio - Depois de conquistar a primeira vitória no Campeonato Pernambucano, o Náutico encara o Salgueiro, neste sábado (2), pela Copa do Nordeste, sem força máxima. Isso porque a diretoria e a comissão técnica alvirrubra entraram em um consenso de que alguns jogadores precisam ser poupados. Em meio a uma maratona de jogos, o Náutico vai disputar quatro partidas em 11 dias.

“Hoje o nosso planejamento é baseado no que temos pela frente. Em algum momento vamos ter que quebrar (a sequência). Não temos condições de acumular os jogos que já fizemos com mais essa sequência. Porque de repente poderemos ter dificuldade em um jogo muito importante. Claro que todos têm sua importância, mas estamos trabalhando para que a qualquer momento algum jogador ficar de fora”, comentou o treinador Márcio Goiano.

Ao todo, cinco jogadores não viajaram e vão ser poupados: Robinho, Jorge Henrique, Nahuel Cisneros, Hereda e Rafael Oliveira. O atacante Robinho, recuperado de uma artroscopia no joelho, o atleta marcou gol nos últimos dois jogos pelo Náutico, mas ainda não está 100% fisicamente e não tem condições de jogar durante os 90 minutos.

Logística

A maior queixa entre os torcedores alvirrubros está na logística da direção alvirrubra. O técnico Márcio Goiano utilizou força máxima em jogos considerados menos importantes, contra o Central e o Petrolina, pelo Campeonato Pernambucano. De acordo com o vice-presidente alvirrubro, Diógenes Braga, poupar os jogadores da viajem para Salgueiro tem mais efeito do que poupar no jogo contra o Petrolina, que aconteceu nos Aflitos, por exemplo.

Ouça a entrevista com Diógenes Braga

Mais Lidas