CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Wallace Pernambucano decide e Náutico derrota o Vitória-PE


Atacante alvirrubro faz dois de pênalti e ajuda o Náutico a vencer o Vitória das Tabocas

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 06/02/2019 às 22:01
Léo Lemos/Náutico
FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

Mais uma vez Wallace Pernambucano foi o salvador do Náutico. O atacante alvirrubro marcou os dois gols do triunfo do Timbu diante do Vitória. A partida válida pela 4ª rodada do Campeonato Pernambucano, foi realizada nos Aflitos nesta quarta-feira (6). O placar só foi decidido na etapa final em duas cobranças de pênalti convertidas pelo centroavante alvirrubro.

Com o triunfo do Náutico por 2 x 0, a equipe alvirrubra chega aos 6 pontos e sobe para a sexta colocação. Já o Vitória permanece na lanterna do certame e ainda não pontuou.

Ouça os gols na voz de Aroldo Costa

Início confuso

A partida começou tensa nos Aflitos e um tanto tumultuado e um pouco nervoso, tanto que Wallace Pernambucano foi punido com um cartão amarelo antes dos 10 primeiros minutos. Quem chegou assustando foi o Vitória. Em um momento, Rogerinho cruzou da direita e Gabriel Morais cabeceou com perigo. Em outro lance o goleiro Bruno se enrolou na saída de jogo e deu a bola de graça para o Tricolor das Tabocas. Gilmar aproveitou e tentou passar para Caiçara, mas o arqueiro alvirrubro saiu bem e mandou para escanteio.

Passados lances, o Náutico passou a comandar as ações do jogo e o Vitória passou a jogar no contra-ataque. O Timbu se contrapôs indo para cima do adversário, pressionou e foi para frente, porém a equipe alvirrubra mostrou-se afobada e apresentou algumas falhas no sistema defensivo no final da primeira etapa.

Toma lá dá cá

A melhor chance do Náutico foi com Robinho. Jorge Henrique deu um belo passe para Fábio Matos, que dominou bem a bola dentro da área e tocou para Robinho que mandou um chutaço de fora da área e a bola explodiu na trave. Pouco tempo depois foi a vez de Wallace Pernambucano chegar assustando o goleiro Dida em cobrança de falta.

No terço final do primeiro tempo, o Vitória explorou mais o contra-ataque e o Náutico não fazia a recomposição e passou a errar alguns passes. Sem a bola, o Tricolor das Tabocas fazia duas linhas de quatro para impedir que o Náutico entrasse na defesa. Mesmo com maior volume de jogo, o Timbu sofreu e mostrou algumas deficiências quando o Vitória atacava.

No fim do primeiro tempo veio a resposta do Vitória. Gabriel Morais soltou a bomba de fora da área. Bruno se esticou todo e a bola carimbou o travessão.

No início da etapa final o Náutico evitou a bola longa, tentou sair jogando com mais tranquilidade e melhorou no plano defensivo. Aos 14 minutos Jiménez recebeu de Gabriel Araújo fora da área e emendou de primeira. A bola passou com perigo ao lado do gol de Dida.

Pênalti polêmico

Aos 22 minutos Robinho fez boa jogada pela esquerda e deu o passe para Wallace Pernambucano, que foi derrubado por Guto. Sebastião Rufino Filho assinalou pênalti e os jogadores do Vitória contestaram que a falta teria sido fora da área. O camisa 9 do Timbu foi para a cobrança e bateu com força tirando do goleiro vitoriense para abrir o placar.

O segundo pênalti aconteceu aos 44 minutos do segundo tempo. Thiago fez jogada individual e foi derrubado por Felipe Almeida. O árbitro marcou fora da área, mas ao conversar com o assistente, mudou de opinião. Wallace Pernambucano mais uma vez foi para a cobrança e converteu a penalidade dando os números finais a partida. Náutico 2 x 0 Vitória.

Próximos jogos

O Náutico foca agora na Copa do Nordeste onde enfrenta o Santa Cruz no próximo sábado (9) às 18hs nos Aflitos. Pelo Campeonato Pernambucano o Timbu entra em campo no dia 16 também em casa diante do Flamengo de Arco Verde.

Ficha do jogo

Náutico: Bruno; André Krobel, Diego Silva, Rafael Ribeiro e Gabriel Araújo; Jorge Jiménez, Luiz Henrique e Fábio Matos (Tarcísio Martins) (Tiago); Jorge Henrique, Robinho (Lucas Paraíba) e Wallace Pernambucano. Técnico: Márcio Goiano.

Vitória-PE: Dida; Felipe Almeida, Rafael Araújo, Fabinho Vitória e Guto; Wires, Oliveira, Rogerinho (Manoel Chuva) e Gabriel Morais; Daniel Caiçara e Gilmar (Val Paraíba). Técnico: Fernando Lins.

Gols: Wallace Pernambucano (NAU) 24/2ºT e 46/2ºT

Público: 2.392 pagantes

Renda: R$ 27.105,00


Mais Lidas