COPA DO BRASIL

Focado no Clássico das Emoções, Jiménez destaca que não há favorito na partida

O volante Jiménez também comentou que houve uma evolução do sistema defensivo do Náutico nos últimos jogos

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 19/02/2019 às 10:30
Léo Lemos
FOTO: Léo Lemos
Leitura:

Há um dia do Clássico das Emoções pela Copa do Brasil, o jogador do Náutico Jiménez, destacou a evolução no sistema defensivo do time alvirrubro. Até o momento a equipe da Rosa e Silva sofreu 14 gols na temporada, uma média de 1,4 por partida. Na quarta-feira (20) a partida contra o Santa Cruz pela Copa do Brasil vale a classificação e garante um alívio financeiro com premiação de mais de R$ 1 milhão para o vencedor.

“Estamos trabalhando partida a partida. Sabemos que devemos melhorar e graças ao resultado, ajuda muito para a semana. É uma partida muito especial para nós, muito fundamental. Um clássico nos ajuda muito e queremos dar o melhor. Confio nos meus companheiros de que vamos melhoras no dia a dia”, disse o volante.

Ouça a coletiva

Função tática

Sobre o posicionamento em que o volante vem sendo utilizado nas últimas partidas, Jiménez disse que não se sente sacrificado. O paraguaio disse ainda que não tem muita diferença tática com Josa.

“Não me sinto sacrificado, vim para somar ao Náutico, para dar o melhor de mim. Minha posição é marcar e dar saída de jogo a equipe. Para mim não é nenhum sacrifício, sempre dar o melhor de mim e render, que é o fundamental... Para mim não tem muita diferença. Respeito o companheiro (Josa), mais experiente. Para mim, escutá-lo, olhá-lo, pela trajetória que tem, me ajuda muito a melhorar no dia a dia, me sinto bem. Nossas características são diferentes, sempre pensando no que vai ser melhor para a equipe e para um melhor resultado”, comentou.

Clássico das emoções

A respeito da partida decisiva contra o Santa Cruz pela Copa do Brasil, Jiménez afirmou que quem errar menos sairá vitorioso do confronto e que vem trabalhando 100% para dar o melhor.

“Quem errar menos, vai sair vitorioso. Não tem favoritismo nesta partida. Quem estiver mais concentrado é quem menos vai errar. Não podemos cometer erros... Para mim é uma partida igual as outras. Venho trabalhando 100% para dar o melhor de mim. Sei o que significa jogar um clássico. Trabalho para melhorar dia a dia e crescer como profissional”, concluiu.

Mais Lidas