Sport

Ex-presidente do Sport defende auditoria independente

Gustavo Dubeux disse que é necessário fazer uma auditoria independente para confirmar os valores apresentados pela atual gestão do Sport

Publicado em 20/02/2019 às 12:30
Andre Nery/ Acervo JC Imagem
FOTO: Andre Nery/ Acervo JC Imagem
Leitura:

O ex-presidente do Sport Gustavo Dubeux destacou que a atual gestão rubro-negra precisa fazer uma auditoria independente para
avaliar as questões financeiras e fechar o planejamento de 2019. Levando em consideração os números divulgados pelo vice-presidente executivo, Carlos Frederico, na noite da terça-feira, Dubeux ainda disse que é necessário "olhar para frente", sem ficar reclamando do passado.

"Realmente são números preocupantes. Eu inclusive conversei com Arnaldo (Barros) e ele está compilando os números e se tiver algo para ser contestado ele vai fazê-lo. Agora é muito ruim a gestão ficar reclamando. Tem que ser feito com uma auditoria séria, com uma empresa independente que chegue e apresente os números", argumentou Dubeux.

Auditoria independente

"É uma visão de olhar para o futuro. Tem que tirar a dúvida na auditoria. Isso é um posição que todo mundo gostaria de ter. Eu estou no Sport há 15 anos. Inclusive já ajudei a gestão de Milton anteriormente. Mas eu sou responsável pelas minhas contas, de quando eu era presidente e tinha a caneta. Deixei quase 10 milhões no caixa do Sport naquela época. Estou aqui para ajudar em prol do sport. E defende a proposta de uma auditoria independente para não ter duas versões. Toda empresa séria tem auditoria séria. Não estou contestando, mas estou dizendo que tem que ter", nalizou o ex-dirigente.

De acordo com relatório divulgado pelo vice-presidente executivo do Sport, Carlos Frederico, em reunião com o Conselho Deliberativo, o clube tem um déficit pouco mais de R$ 118 milhões. O presidente Milton Bivar já revelou que o clube irá "diminuir" em razão do corte de gastos. Algumas equipes de esportes amadores serão encerradas, além da equipe de futebol feminino.

Ouça a entrevista completa

Mais Lidas