Sport

Sport encerra futebol feminino e também acumula dívidas

As jogadoras foram surpreendidas com o fim do projeto. Elas se preparavam para representar o Sport no Campeonato Brasileiro, que começa no próximo mês.

Publicado em 20/02/2019 às 17:51
Divulgação/Sport Club do Recife
FOTO: Divulgação/Sport Club do Recife
Leitura:

Ao divulgar o regulamento técnico do Brasileiro Feminino A-1 2019, nesta quarta-feira, a Diretoria de Competições da CBF incluiu o Sport na lista das 16 equipes participantes do campeonato. No entanto, o presidente Milton Bivar informou que o departamento de futebol feminino do Sport deve ser desativado, devido a grave crise financeira, que, segundo o balanço divulgado pela atual gestão, é superior aos 100 milhões de reais.

"A gente não esperava. Estávamos treinando normalmente e hoje quase todo o elenco já foi embora. Sabíamos que teríamos dificuldade, mas não esperávamos que acabasse da foram que acabou. Foi muito triste, disse a atacante Juliana.

O projeto foi encerrado acumulando dois meses de salários, 13° e férias em atraso com as jogadoras. Do elenco que estava treinando nas dependências do clube para a disputa do Campeonato Brasileiro, que se inicia no dia 17 de março, apenas seis tinham contrato e aguardam o clube para resolver a situação. As outras atletas já voltaram para as suas terras natais, com passagens compradas pelo clube.

O outro lado

O vice-presidente executivo do Sport, Carlos Frederico, em entrevista coletiva, negou que o futebol feminino tenha acabado, mas foi feita uma readequação.

"Nós tivemos que deslocar do alojamento para fazer um reforma. Em consequência disso, nós pedimos para que as meninas entrassem de férias e viajassem para casa. Tínhamos um time que custava R$ 995 mil por ano em hospedagem. Custava mais do que o sub-20 e sub-23 (masculino), pois nós tínhamos um time com 30 atletas hospedadas. Infelizmente, tivemos que cortar", argumentou.

O dirigente rubro-negro também disse que a opção do clube é trabalhar com as categorias de base para encontrar novas atletas.

"Estamos reiniciando o futebol feminino para participar do Campeonato Brasileiro Sub-18, em julho, realizando uma peneira local para atletas da nossa região. Vamos dar uma oportunidade para encontrar atletas na base do futebol feminino. Novos potenciais a um custo dentro da realidade do clube", concluiu Carlos Frederico.

Histórico

Reativado em 2016, as meninas do Sport são as atuais campeãs pernambucanas, venceram a Taça Nordeste e, nos últimos dois anos, terminaram na sexta colocação da fase de grupos da Série A1 do Brasileiro.

Mais Lidas