COPA DO BRASIL

Márcio Goiano lamenta perda de Jorge Henrique e Wallace Pernambucano


Principais jogadores do time alvirrubro foram substituídos ainda no início do segundo tempo

Fellipe Leandro
Fellipe Leandro
Publicado em 21/02/2019 às 0:35
Brenda Alcântara / JC Imagem
FOTO: Brenda Alcântara / JC Imagem
Leitura:

Eliminado nos pênaltis pelo Santa Cruz na segunda fase da Copa do Brasil, o treinador do Náutico Marcio Goiano, lamentou a perda dos jogadores mais experientes do elenco alvirrubro ainda no início do segundo tempo. Para o comandante do Timbu, em certo momento do jogo faltou maturidade a equipe.

“Se formos analisar as idades, perdemos dois jogadores importantes. O Jorge Henrique é uma referência para os jogadores mais jovens. Wallace Pernambucano é o artilheiro, os jogadores sempre acreditam que ele pode resolver. Acabamos decidindo nos pênaltis e não fomos felizes”, analisou o técnico alvirrubro.

Ouça a coletiva na íntegra

Oportunidades perdidas

Ainda com a bola rolando, Márcio Goiano avaliou dois tempos distintos na partida. Mesmo fazendo um segundo tempo muito abaixo, o Náutico teve suas duas principais chances no final do jogo, também com jovens jogadores, Fábio Matos e Robinho.

“A gente sabia da dificuldade que era o jogo, porque enfrentamos o adversário poucos dias atrás. A gente teve a oportunidade de trabalhar a parte tática de fazer um esboço do adversário. O primeiro tempo a gente coloca que foi um tempo melhor de jogo, né. O segundo tempo foi um pouco a baixo. A gente teve dificuldade na marcação. No final do jogo em alguns lances tivemos a oportunidade com Fábio e o próprio Robinho com aquela cabeçada. Em relação a maturidade você a idade do time do Náutico, você perde dois jogadores importantes. Jorge Henrique que é o jogador de referência, o Wallace também e tem também essa confiança. Fomos ali para as cobranças e infelizmente na gente não teve felicidade”, disse.


Mais Lidas