Náutico

Vice-presidente do Náutico valoriza os jogadores da base


 Três jogadores marcaram contra o Afogados da Ingazeira e, ao todo, oito garotos da base do Náutico participaram da vitória

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 25/02/2019 às 9:00
Léo Lemos/Clube Náutico Capibaribe
FOTO: Léo Lemos/Clube Náutico Capibaribe
Leitura:

No confronto do Náutico diante do Afogados da Ingazeira, pelo Campeonato Pernambucano, que terminou com a vitória do Timbu por 3 a 1, o técnico Márcio Goiano entrou em campo com seis jogadores formados na base alvirrubra e depois mais dois entraram no decorrer do jogo. Em entrevista coletiva, o vice-presidente executivo e de futebol do clube, Diógenes Braga, falou que a utilização dos pratas da casa mostra a importância de investir na formação de atletas.

“Ganhamos de 3 a 1 com gols de Thiago, Odilávio e Hereda da base. Não vamos jogar fora jogadores que tem 2 ou 3 anos de contrato para contratar um jogador de 6 meses. Estamos aqui para fazer o Náutico grande. O caminho é esse. Mas às vezes as coisas não dão certo. Se no jogo contra o Santa Cruz, por exemplo, tivesse um vencedor, seriamos nós”, comentou.

Negociações

Sem entrar em detalhes, o dirigente reforçou a necessidade de descobrir jogadores na base e, sem citar nomes de atletas ou de clubes, afirmou que futuramente vai negociar os garotos.

“Nós precisamos revelar estes meninos que estão jogando. Vários clubes já sondam e mais na frente vamos fazer negociações que vão ajudar demais. Os meninos são patrimônio o clube. Caímos na Copa do Brasil, mas temos o Pernambucano e a Copa do Nordeste e vamos entrar com tudo na Série C” garantiu, Diógenes Braga.


Mais Lidas