NO FUTURO

Diretoria do Sport deixa as portas abertas para Diego Souza


Nelo Campos, diretor de futebol rubro-negro, disse que o fim das negociações com DS87 foi apenas um até logo

Informações do JC online
Informações do JC online
Publicado em 25/02/2019 às 19:09
JC Imagem
FOTO: JC Imagem
Leitura:

"Não foi um adeus e, sim, um até logo". Apesar de a negociação para que Diego Souza retornasse para o Sport não tenha se concretizado, a diretoria rubro-negra deixou claro que ao longo das tratativas não houve nenhuma rusga entre o clube e o meia-atacante. Tanto que, ao final das conversas, as portas da Ilha do Retiro ficaram abertas para o Embaixador de 87 em outro momento - o contrato dele com o São Paulo de encerra em dezembro.

De acordo com o diretor de futebol do Leão, Nelo Campos, Diego Souza em todo momento demonstrou o carinho que tem pelo Sport. "Aqui é a segunda casa dele. Durante toda a negociação ficou claro pra mim a admiração e o carinho que ele tem com o Sport e o clube para com ele também. Por isso, não foi um adeus e, sim, um até logo. Enquanto tivermos na diretoria, nos próximos um ano de tanto, não vamos fechar as portas pra ele", comentou o dirigente.

SEM ACORDO

Na manhã desta segunda-feira (25), o Sport encerrou a negociação com Diego Souza. Mesmo com as duas partes chegando a um acordo, o São Paulo não concordou com a proposta e inviabilizou o retorno do meio-campista para o Leão. "Conseguimos chegar a um denominador comum com Diego, mesmo com muito sacrifício do presidente Milton Bivar. Chegamos num número que a gente inicialmente não tinha pensado, mas bolamos algumas maneiras de chegar nesse objetivo. Diego cedeu bastante, mostrou a vontade de jogar novamente pelo Sport, mas tinha uma terceira parte no negócio e o São Paulo se achou no direito de ter alguns valores na negociação... Valores que não conseguimos. Isso iria extrapolar 4 vezes mais do que era possível fazer", declarou Nelo Campos, diretor de futebol do Sport.

Para o dirigente rubro-negro, mesmo não revelando os valores, o que foi cobrado pelo São Paulo era aquém pelo que DS87 vale. "O que posso dizer é que, o valor cobrado é pouco para o que representa o Diego Souza, mas muito grande para o Sport nesse momento", deixou claro.


Mais Lidas