Futebol Feminino

Após impasse, Sport vai estrear pelo Brasileiro de Futebol Feminino

O primeiro desafio do Sport na competição é na Bahia, diante do São Francisco do Conde

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 20/03/2019 às 9:05
Anderson Freire/Sport Club do Recife
FOTO: Anderson Freire/Sport Club do Recife
Leitura:

Depois de anunciar o encerramento das atividades do futebol feminino profissional, dispensar as jogadoras, de um longo impasse e perto de sofrer uma sanção por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) - por ter desistido após o prazo, o clube poderia ser excluído de qualquer outra competição organizada pela entidade - o Sport vai finalmente estrear no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino da Série A1. O jogo será nesta quarta-feira (20), às 15 horas, no estádio Junqueira Ayres, em Salvador. As leoas vão enfrentar o São Francisco do Conde. Esta será a quinta vez que os dois times duelam pelo Brasileiro. As rubro-negras levam vantagem nos confrontos. São três vitórias e apenas um empate.

E para esta primeira partida, a técnica Keila Felício relacionou 19 jogadoras. São elas: as goleiras Janaína Barros e Janaína Dias; Beatriz Gomes, Camile Carine e Taty Mirelli na zaga; as laterais Alessandra, Lindinalva e Yandra; as meias Camila Araújo, Camilla Sieber, Esterfany e Fracismara; Amanda, Ially e Tati Monteiro volantes e no ataque Crys, Isis, Thays e Roberta.

Parceria

Santa Cruz e Vitória firmaram uma parceria para a Série A1. Esse tipo de acordo é permitido pela CBF. O Tricolor do Arruda havia fechado o departamento de futebol feminino do clube há dois anos. Já o Vitória, real detentor de uma das duas vagas pernambucanas (a outra ficou com o Sport), é heptacampeão estadual, vice brasileiro por duas vezes, participou da Libertadores por duas vezes.

Mais Lidas