CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Após eliminar o Santa, jogadores do Afogados comemoram a classificação


A equipe sertaneja derrotou o Santa Cruz nos pênaltis e enfrenta o Náutico na semifinal

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 27/03/2019 às 22:08
Alexandre Gondim / JC imagem
FOTO: Alexandre Gondim / JC imagem
Leitura:

Após eliminar o Santa Cruz no Campeonato Pernambucano, os jogadores do Afogados comemoram bastante o feito. A Coruja enfrenta na semifinal do Estadual o Náutico. Para o treinador, Pedro Manta, o Afogados soube anular o adversário e que agora não tem nada a perder.

"A gente sabia do Santa Cruz e desenhamos muito bem para anular as laterais e jogamos de igual para igual. Claro, tomamos uma pressão. O Santa Cruz jogando em casa, uma grande equipe, mas qual foi a bola que o Santa Cruz entrou com a bola trabalhada na área na nossa meta? Não entrou. Entraram na bola parada que a gente fez um bloco bom uma marcação boa. Parabéns ao grupo e vamos em frente. Somos franco atiradores e não temos nada a perder", disse.

O meio Campista, Candinho, afirmou que muita gente não acreditava na equipe, mas os jogadores correram pela torcida e querem ir mais longe.

"É um sentimento de gratidão a Deus, pois muita gente não acreditava na gente e achava que seriamos goleados aqui, mas eu falei lá: a gente tem que correr pela nossa torcida e pela nossa família. Então parabenizar a torcida do Santa, a nossa torcida e estamos na semifinal, querendo ir mais longe", afirmou.

O zagueiro Márcio disse que sabia das dificuldades, mas que agora é pensar na semifinal

"A gente sabia da dificuldade, muitos já davam o Santa Cruz na semifinal, mas aqui tem muita gente que honra a camisa e trabalhador. Então a gente está muito feliz e agora é pensar na semifinal", contou.

Santa Cruz

Pelo lado Coral, o goleiro Anderson afirmou que o Santa Cruz fez uma partida muito abaixo do esperado e que a equipe do Afogados parecia jogar em casa.

"Tem que ver de acordo com o jogo que nós fizemos. Não entramos em campo pensando em ganhar o jogo. Eles (jogadores do Afogados) pareciam o dono do jogo, dono da casa e é o que aconteceu, infelizmente. Fizemos o gol ali, mas eles foram melhores nos pênaltis", disse.


Mais Lidas