Santa Cruz

Técnico afirma que Santa Cruz perdeu jogo no primeiro tempo


Para Leston, desperdiçar os minutos iniciais de jogo significa perder a chance do Santa Cruz avançar na competição

Rádio Jornal
Rádio Jornal
Publicado em 28/03/2019 às 8:30
Sem Crédito
FOTO: Sem Crédito
Leitura:

Por Karoline Albuquerque do Blog do Torcedor - Em um jogo único de mata-mata, abrir mão de 45 minutos como fez o Santa Cruz, na visão do técnico Leston Júnior, significa desperdiçar a chance de avançar. Assim, o treinador tricolor foi categórico ao afirmar que seu time não foi eliminado pelo Afogados nos pênaltis, na noite desta quarta-feira (27), no Arruda. A vaga na semifinal do Campeonato Pernambucano ficou para trás ainda no primeiro tempo da partida.

"Uma decisão como essa de 90 minutos para decidir uma classificação para semifinal, quando se abre mão de 45 minutos da decisão, se pressiona demais. Nós não perdemos a classificação nos pênaltis. Perdemos no primeiro tempo. Sem tirar mérito, parabenizar Pedro Manta e o Afogados pela classificação. Foram merecedores pelo primeiro tempo deles e muito ruim nosso", comentou Leston.

Se fazer um minuto que seja aquém do desejado já pode prejudicar uma equipe, realizar um tempo inteiro abaixo do esperado é inimaginável. Por isso, o técnico admite que o time pagou caro por não ter produzido o planejado. O gol de Rodrigo, abrindo o placar para o Afogados, aos 45 minutos, foi "simplesmente o castigo". Ele até tentou mudar a situação no intervalo, pedindo que seus jogadores fizessem o que deixaram de lado no segundo tempo.

"Posso abrir um parênteses, mas depois de uma eliminação é muito ruim falar sobre isso. Aos 4 ou 5 minutos de jogo, foi pênalti no Augusto. Não tem como não ter sido. Eu poderia até errar o pênalti, errei três no final, mas foi pênalti. Tem que dar. Mas não é justificativa. Se a gente faz e continua não jogando nada, poderia ser eliminado também", ponderou o treinador, lembrando do lance em que o atacante bateu de cabeça com Douglas. E também os desperdícios de Neto Costa, Patrick Vieira e Allan Dias nas cobranças.

Leston Júnior também voltou a confessar o desejo que tinha pela final do Campeonato Pernambucano. Contudo, o treinador tricolor destaca que não transfere a responsabilidade para seus jogadores. Como comandante, fica a cargo dele tomar as decisões. "pisódios negativos precisam ter consequência, não sequela. Redirecionar alguma coisa, ajustar. Assim vai crescer dentro do trabalho. Tendo sabedoria, inteligência, firmeza, por isso estou aqui", emendou.

Por fim, o tricolor agradeceu ao torcedor pela presença no Arruda. Na véspera da decisão, ele afirmou que não poderia cobrar presença em campo. "Eu estou muito sentido, porque eu havia dito que não tinha direito de convocar o torcedor para vir, mas ele veio em bom número numa quarta-feira às 19h15 com chuva. Apoiou o jogo inteiro. Fez a parte dele. Infelizmente não fizemos nos 45 minutos inciais e não fomos merecedores de passar para a semifinal", concluiu o técnico do Santa Cruz.


Mais Lidas