Emoção

Ouça na íntegra o gol e a disputa de pênaltis da classificação do Santa Cruz

A Cobra Coral conseguiu a classificação ao vencer o CRB na disputa de pênaltis e está na semifinal da Copa do Nordeste

Publicado em 06/04/2019 às 23:14
Felipe Ribeiro/JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/JC Imagem
Leitura:

Numa noite em que não faltou emoção, mais uma vez brilhou a estrela do goleiro Anderson. Ontem, contra o CRB, pelas quartas de final da Copa do Nordeste, a Cobra Coral perdia por 1x0 até os 47 minutos do segundo tempo, quando Willian Alves empatou. Nas cobranças de pênaltis, o goleiro tricolor pegou o de Mailson e garantiu o Santa na semifinal da competição – venceu por 8x7. Na próxima fase, os tricolores pegam o vencedor de Fortaleza x Vitória.

Ouça os gols da vitória na voz de Roberto Queiroz

Escute na íntegra a disputa de pênaltis

O jogo

O Santa Cruz começou a partida ansioso. Apesar de mandante, se precipitou nas ações e observou o CRB tomar as primeiras ações da partida. Sob o comando do meia Felipe Menezes, ex-Sport, os alagoanos investiram nas bolas aéreas e nas jogadas pelos lados de campo, principalmente pelo lado esquerdo da defesa coral. O lateral-esquerdo Carlos Renato e o zagueiro Willian Alves não acertaram a marcação no setor. Tanto que em um vacilo do defensor o atacante Willian Barbio aproveitou a bobeira, invadiu a área, e bateu cruzado, para fora.

Já o Tricolor do Arruda não conseguiu encaixar as jogadas no ataque. O quarteto ofensivo com o meia Allan Dias, preso no campo defensivo, e o pelotão de frente formado por Elias, Augusto e Pipico não conseguiram encaixar o último passe. A melhor chance coral foi em um chute de longe do volante Charles. Ciente dos pontos fortes do adversário, o CRB, do técnico Roberto Fernandes, bloqueou no primeiro tempo a saída de bola tricolor pelo lado direito, com o lateral Marcos Martins, e apertou a marcação no atacante Pipico. A falta de espaço para o artilheiro tricolor foi tão grande que ele apareceu bastante no meio-campo buscando o jogo.

Segundo tempo

No segundo tempo, embalado pela torcida, o Tricolor do Arruda retomou o controle da partida explorando em velocidade as jogadas pelas laterais. Porém, até os 25 minutos, quando o lateral-direito Marcos Martins levou o segundo amarelo e foi expulso. Os pernambucanos recuaram e o CRB voltou a pressionar. E “água mole, pedra dura, tanto bate até que fura”. Aos 41, Barbio recebeu pelo lado esquerdo, driblou o zagueiro Danny Morais, e bateu no canto do goleiro Anderson.

Mas os tricolores não se intimidaram e foram para o tudo ou nada. Aos 47, no abafa, Carlos Renato levantou a bola na grande área e Willian Alves subiu sozinho para empatar de cabeça. Nas penalidades, o Santa Cruz venceu por 8 x 7. Já nas alternadas, Anderson defendeu com o pé a cobrança do atacante Mailson e colocou os corais na próxima fase.

Ficha do jogo

Santa Cruz: Anderson; Marcos Martins, Danny Morais, William Alves e Carlos Renato; Ítalo Henrique, Lorenzi (Charles) e Allan Dias; Elias (Dudu), Augusto (Augusto Potiguar) e Pipico. Técnico: Leston Júnior.

CRB: Edson Mardden; Júnior (Daniel Borges), Wellington, Guilherme Mattis e Igor; Claudinei, Lucas (Ferrugem) e Felipe Menezes; Mailson, Barbio e Victor Rangel (Zé Carlos). Técnico: Roberto Fernandes.

Local: estádio do Arruda, Recife (PE). Árbitro: Claudio Francisco Lima e Silva (SE). Assistentes: Cleriston Clay Barreto Rios e Rodrigo Guimarães Pereira (ambos de SE). Cartões amarelos: Lorenzi, Augusto, Elias (Santa Cruz). Júnior, Wellington, Lucas, Maílson, Igor (CRB). Cartão vermelho: Marcos Martins (Santa Cruz). Gols: Willian Barbio aos 41' do 2ºT e William Alves aos 47' do 2ºT. Público: 8.018 torcedores. Renda: R$ 84.025.

Mais Lidas