NÁUTICO

Josa quer Náutico quebrando tabus


Volante e capitão alvirrubro ressalta a desvantagem, mas acredita que é possível reverter o placar contra o Sport

Do Blog do Torcedor
Do Blog do Torcedor
Publicado em 16/04/2019 às 23:05
Diego Nigro / JC imagem
FOTO: Diego Nigro / JC imagem
Leitura:

O Náutico não venceu uma final contra o Sport desde 1968. São 51 anos e nove decisões em Clássicos dos Clássicos sem que o Timbu consiga quebrar o tabu. Mas, mesmo com o 1x0 de desvantagem pela vitória rubro-negra nos Aflitos no último domingo (14), o volante e capitão alvirrubro Josa se agarra à velha máxima de que tabus existem para serem quebrados.

Além desta escrita de mais de meio século, há outra recente: há cinco anos o Náutico não consegue uma vitória na Ilha do Retiro. "Se eu falar que pouco importa, eu estaria sendo meio errado. É um tabu. Para os torcedores vale muito. Para nós jogadores, eu que estou aqui desde o ano passado, não é tabu tão grande, mas para o clube é. Tabu é para ser quebrado. Quem sabe domingo a gente consiga quebrar e com certeza vai ter um gosto mais adocicado ainda", disse.

Josa ressalta a desvantagem por ter sofrido gol em casa, mas sabe que é possível reverter. Afinal, também há outro "tabu" a ser quebrado. Na temporada 2019, o Náutico não conseguiu vencer nenhum clássico. Foram duas derrotas para o Sport e três empates com o Santa Cruz.

"Pesa de uma certa parte, porque os torcedores cobram quando é clássico. A gente tem cobrança da gente também quando é clássico. Mas o mais importante é o trabalho que vem desenvolvendo. Dezoito jogos sem perder não foram à toa. A gente ainda tem muita chance de reverter isso. Se teve que vir essa derrota no meio da final, tranquilo. Importante que ainda tem 90 minutos para reverter", concluiu Josa.


Mais Lidas