Idolatria

Maílson sobre ser ídolo do Sport: "eu vou nesse caminho também"


O jogador de 22 anos foi fundamental ao defender duas cobranças na decisão por pênaltis e garantir o 42° título do Campeonato Pernambucano ao Sport

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 21/04/2019 às 19:58
Brenda Alcântara/JC Imagem
FOTO: Brenda Alcântara/JC Imagem
Leitura:

A vida no futebol é repleta de surpresas. Por isso, é importante está preparando quando a oportunidade em um time profissional surgir. O caso do goleiro Maílson faz parte desse enredo. Com a chegada de Guto Ferreira, o prata da casa assumiu a titularidade que, neste início de carreira chegou, ao ápice neste domingo (21), justamente, de uma maneira no qual ajudou a consagrar Magrão: defender pênaltis. As cobranças de Rafael Oliveira e Diego Silva pararam no jovem goleiro rubro-negro.

"Ainda não caiu a ficha, só amanhã. Magrão é o maior ídolo do Sport e eu vou nesse caminho também. Eu peguei dois pênaltis e ajudei muito, mas tem que exaltar quem acertou a cobrança também", disse o jogador.

Histórico

Maílson estreou como profissional em 2017, em uma partida pela primeira fase do Campeonato Pernambucano, contra o Salgueiro. Entretanto, o atleta de 22 anos, natural de Girau do Ponciano-AL, apareceu dando conta do recado no ano passado ao substituir Magrão na Série A do Campeonato Brasileiro, quando o ídolo machucou o ombro. Ao todo, são 20 partidas com a camisa do Leão e um bicampeonato estadual no currículo.


Mais Lidas