Arbitragem

Vice-presidente do Náutico admite incômodo com erros de arbitragem


O clube alvirrubro também se pronunciou nas redes sociais sobre as polêmicas nos dois jogos da final do Campeonato Pernambucano

Publicado em 21/04/2019 às 20:55
Léo Motta/JC Imagem
FOTO: Léo Motta/JC Imagem
Leitura:

Dos quatro gols das duas partidas da final do Campeonato Pernambucano 2019, apenas um não foi contestado, seja pelo lado do Náutico ou do Sport. Olhando seu lado, o Timbu lamentou o gol do Leão na partida de ida, nos Aflitos, que deu a vantagem do empate na volta ao rival, em um lance irregular. Depois da disputa de pênaltis neste domingo (21), na Ilha do Retiro, o vice-presidente alvirrubro Diógenes Braga não escondeu seu incômodo.

"Final de campeonato foi decidida pela bandeirinha, árbitra. Isso nos tirou o bi. Incomoda, machuca, até porque quando você é derrotado por um erro, isso tem um efeito de muita revolta dentro de você", lamentou o dirigente alvirrubro.

Elogios ao elenco

Mas, Diógenes dedicou a maior parte de sua fala a elogios ao elenco do Náutico. O vice-presidente relembrou que as últimas quatro partidas do Timbu como visitante foram diante de times da Série A, Ceará, e B, CRB, Vitória e Sport. Nos jogos, três vitórias e um empate. Para ele, "isso fala por si só".

"Quando se olha o elenco, vê a luta, o que o elenco fez hoje, vê o Sport aos 30 minutos do segundo tempo dando chutão esperando terminar o jogo, vê a força que a gente, com uma folha cinco vezes menor que o Sport, tem. Entrei no vestiário e disse que não quero ninguém de cabeça baixa. Todos têm orgulho do que eles fizeram. Só continuar fazendo isso e vamos conseguir o objetivo do ano", concluiu.


Mais Lidas