Futebol

“Ele está esquecendo que é um jogador de futebol”, diz Luxemburgo sobre polêmicas de Neymar


O treinador falou também sobre o futuro da seleção brasileira

João Victor Amorim
João Victor Amorim
Publicado em 05/05/2019 às 18:14
Diego Nigro/JC Imagem
FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Após a eliminação da Copa do Mundo, o Brasil vem passando por um processo de reestruturação de sua equipe, visando a Copa do Mundo de 2022. Mas no caminho, o país vai sediar e disputar a Copa América 2019 que vai iniciar no dia 14 de junho. No entanto, a seleção brasileira, comandada pelo técnico Tite, está passando por uma fase de contestação devido ao mau futebol apresentado e polêmicas envolvendo alguns jogadores.

Em declarações antigas Vanderlei Luxemburgo afirmou que o Brasil era favorito, não só para a copa de 2018, mas também para a copa de 2022. Após a eliminação da Copa do Mundo 2018, o treinador da seleção, Tite, começou a sofrer uma grande pressão e Luxa acredita que o resultado negativo da copa está interferindo no projeto e na preparação para a Copa América.

“O favoritismo que era tão claro na minha cabeça, já não está tão claro assim. Acho que a maneira que a seleção está sendo tratada depois da perda na copa do mundo não está sendo benéfico", disse o ex-treinador da seleção.

[PUBLICIDADE]

Luxemburgo afirma também que a seleção está perdendo sua essência. “O Brasil tem uma essência de jogar futebol, mas estamos perdendo essa origem. Nossos conceitos de futebol estão sendo deixados de lado. Existe muita pressão da mídia para algo moderno, mas eu quero saber o que é moderno. Treinadores que fazem as táticas de hoje em dia, mas são as mesmas do passado. O futebol brasileiro não se dribla mais e essa era a essência de nossos jogadores”, completou.

Polêmicas com Neymar

Recentemente o craque da seleção brasileira, Neymar, se envolveu e algumas polêmicas. Durante o carnaval, enquanto se recuperava de uma lesão no tornozelo, foi visto curtindo a festa na Bahia. Recentemente, o PSG, clube em que o camisa 10 atua, foi vice-campeão da Copa da França e enquanto os jogadores se encaminhavam para receber as devidas premiações, um torcedor xingava os jogadores do PSG e Neymar revidou com um soco no rosto. Vanderlei explica como Neymar pode ser controlado.

“Tem que ter uma conversa de treinador para jogador. Uma conversa que sempre existiu no futebol, franca e direta. Existe uma proteção muito grande ao jogador, não só dos empresários, mas também dos dirigentes e da própria imprensa que trata o jogador diferente e ele está esquecendo que é um jogador de futebol”, afirmou.

Atacante foi criticado por ser 'mimado' dentro de campo
Atacante foi criticado por ser 'mimado' dentro de campo
Foto: AFP

Vanderlei Luxemburgo falou também sobre vários outros assuntos como sua saída do Sport, último clube, em que comandou em sua carreira até a publicação desta matéria, afirmou que tem uma data limite que pode encerrar sua carreira e falou também sobre o Campeonato Brasileiro e polêmicas sobre o modernismo no futebol.

Confira um trecho da entrevista de Vanderlei Luxemburgo:


Mais Lidas