nacional

Presidente do Athletico Paranaense humilha jornalista em entrevista


Mario Celso Petraglia ameaçou a jornalista Luana Kaseker quando foi questionado sobre balanço financeiro

Publicado em 15/05/2019 às 9:11
Reprodução/Twitter
FOTO: Reprodução/Twitter
Leitura:

Em coletiva de imprensa sobre os casos de doping dos jogadores do Athletico Paranaense, o presidente do clube, Mario Celso Petraglia, humilhou a jornalista Luana Kaseker, da Gazeta do Povo. Mandou a repórter se calar a boca, constrangeu e ameaçou a profissional. Luana disse que é uma pessoa calma e tentou não dar sequência à discussão, mas se sentiu humilhada pelo dirigente.

"Eu sou uma pessoa bastante calma, mas nunca havia passado por isso na vida. Eu me senti humilhada. Estava exercendo minha profissão. Fiquei em choque e nervosa, mas procurei não desrespeitá-lo para não aumentar a situação", contou Luana, em entrevista ao Uol.

Entenda o caso

O Athletico Paranaense convocou uma coletiva de imprensa para esclarecer as informações sobre o caso de doping envolvendo os atletas Thiago Heleno e Camacho. A jornalista questionou sobre o balanço publicado pelo clube e, durante a pergunta, foi interrompida pelo dirigente. Depois ela voltou a perguntar sobre Bruno Guimarães, outro jogador que também consumiu a substância proibida e foi poupado para não ser pego no antidoping. Mais uma vez, Petraglia foi grosseiro com a repórter, chegando a ameaçá-la e intimidá-la diante de seus colegas. Vale ressaltar que nenhum jornalista presente na coletiva fez algum tipo de intervenção.

Petraglia mandou ela se calar e ameaçou proibir a presença da Gazeta do Povo nas próxima entrevistas. Horas depois, o Furação publicou uma nota explicando sua versão da história, sem um pedido de desculpa sequer.


Mais Lidas