Santa Cruz

Milton Mendes explica mudanças para o jogo contra o Ferroviário


Danny Morais e Marcelo Mattos foram confirmados no time titular do Santa Cruz diante da equipe cearense

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 04/07/2019 às 16:50
Jota Santana/SantaCruz
FOTO: Jota Santana/SantaCruz
Leitura:

O técnico Milton Mendes confirmou as entradas do zagueiro Danny Morais e o volante Marcelo Mattos no jogo de sexta-feira contra o Ferroviário. Ele frisou que busca estabilidade a equipe com as entradas dos experientes jogadores. Nos seis jogos que comandou nesta segunda passagem pelo Arruda, o treinador avaliou que o time tem oscilado bastante dentro e fora de casa, além do momentos que perde a posse de bola.

"Tenho tentado buscar o equilíbrio da nossa equipe dentro e fora de casa. Ainda não encontramos a equipe ideal. O time tem reagido de uma forma com bola a bola e de outra sem. É necessário coesão defensiva e ofensiva. Por isso, estou buscando nossa identidade. Assim, vai jogar Danny (Morais) e Marcelo (Mattos) para ver se consigo isso", afirmou o comandante coral.

Com as entradas de Danny Morais e Marcelo Mattos, Willian Alves e Allan Dias ficarão no banco de reservas. "Willian (Alves) quando esteve em campo, jogou bem, tão quanto Allan (Dias). Mas ainda não encontramos a nossa verdadeira estabilidade. Agora, acredito que chegou o momento de mudar e passar tranquilidade para que entrem e mostrem o verdadeiro valor. Acho que as próximas rodadas irão deixar a classificação bem definida sobre os concorrentes", disse o treinador.

 

Laterais

Visando a estabilidade da equipe nos jogos, Milton Mendes também realizou alterações nas laterais. Recuperado de uma lesão muscular na coxa, Bruno Ré volta retorna à lateral esquerda. Assim, Cesinha, que jogou improvisado nos últimos três jogos improvisado no setor, ganhou a vaga de Marcos Martins no lado direito. Mudança que o técnico do Santa Cruz também exaltou que pode gerar mais equilíbrio ao time.

"Estamos precisando de estabilidade. Marcos (Martins) realizou bons jogos dentro de casa e outros menos fora. O que é uma situação geral da equipe. Estamos, temos que encontrar onde o time está desestabilizando. Se não, vira um efeito cascata. Quero essa estabilização e equilíbrio. Teremos Bruno Ré, que é mais de contensão na esquerda, e do outro lado Cesinha, que chega mais no ataque", finalizou Milton.


Mais Lidas