Série C

Santa Cruz enfrenta o Ferroviário-CE com 'clima' de decisão


A diretoria do Santa Cruz fez uma forte campanha para a torcida lotar o Arruda

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 05/07/2019 às 8:30
Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz quer transformar o Arruda, nesta sexta-feira, em um verdadeiro “Ninho de Cobras”. Com a campanha publicitária “Ou você é cobra, ou você tem medo dela”, o clube convocou 50 mil torcedores para o jogo contra o Ferroviário, às 20h, pela 11ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. O adversário é nada mais, nada menos, que o líder do Grupo A com 20 pontos. Os tricolores estão na terceira posição com três a menos e de olho na quarta vitória para brigar pela ponta da classificação e decidir em casa o acesso nas quartas de final.

“Acredito que jogar com o Arruda cheio sempre dificulta o adversário, na minha visão. É uma equipe com boa estatura, movimentações rápidas e procura jogar no 4-3-3. Não terá o volante João Henrique e o atacante goleador Edson Cariús. Mesmo assim, irão entrar com onze atletas e tem outras peças que irão substituir bem. Será um jogo difícil para os dois lados. Assim como nos demais, vamos tentar assumir o protagonismo e ainda mais por ser em casa. Acredito muito no nosso torcedor e no meu time”, afirmou o técnico tricolor Milton Mendes.

Transmissão

A Rádio Jornal transmite a partida nas frequências FM 90.3 e AM 780 e também no aplicativo e site com narração de Aroldo Costa, comentários de Ralph de Carvalho e Igor Moura na reportagem. As informações começam a partir do Bola Rolando, às 18h.

Em relação ao último jogo, comandante coral realizará cinco alterações na equipe. A principal, e mais aguarda pela torcida, é o retorno do zagueiro Danny Morais ao time titular. O escolhido para deixar a equipe foi Willian Alves. Para o comandante do Santa Cruz, o prata da casa João Victor é o atleta da posição com maior agilidade, e por questão tática, decidiu permanecer com o garoto. O jovem defensor também tem a maior minutagem do setor no elenco.

“O critério que usei, primeiro, foi a quantidade alta de gols que estávamos sofrendo. Depois, João Victor é o nosso zagueiro mais rápido. Não poderíamos atuar dentro de casa, com linha alta, e usar dois atletas de menos velocidade. Em seguida, a liderança de Danny Morais em campo. É um jogador que assume o papel de capitão, orienta e entende perfeitamente o que acontece. Não é mais um garoto, precisou de um tempo maior para recuperar a forma. Agora, chegou o momento”, explicou o técnico coral.

Na lateral esquerda, Bruno Ré retorna após se recuperar de uma contusão muscular na coxa. Com isso, Cesinha, que atuou improvisado nos últimos dois jogos, ganhou a vaga de Marcos Martins do lado oposto. No meio-campo, Marcelo Mattos assumiu o posto de Allan Dias ao lado de Charles na cabeça de área. Além disso, o atacante e artilheiro Pipico volta depois de cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo, na derrota para o Treze, fora de casa.

Adversário

O Ferroviário trocou de técnico recentemente. Com a saída de Marcelo Villar para o São Caetano, Leandro Campos assumiu o comando na última rodada e observou uma nítida queda de produção no empate diante do Botafogo-PB dentro de casa. Para enfrentar o Santa Cruz, o Ferrão não irá contar com o atacante e artilheiro Edson Cariús, que está suspenso pelo terceiro cartão. Ele divide a artilheiro da Série C com Pipico: 7 gols cada um.

Ficha do jogo

Santa Cruz: Anderson; Cesinha, João Victor, Danny Morais e Bruno Ré; Charles, Marcelo Mattos e Daniel Costa; Everton, Dudu e Pipico. Técnico: Milton Mendes. Esquema: 4-3-3.

Ferroviário-CE: Nícolas; Lucas Mendes, Afonso, Da Silva e Zeca; Mazinho, Leanderson, Esquerdinha e Janeudo; Nael (Caxito) e Isaac Prado. Técnico: Leandro Campos. Esquema: 4-4-2.


Mais Lidas