SANTA CRUZ

Santa entra em campo em jogo decisivo contra o Confiança fora de casa

O tricolor está há três pontos do G-4 do grupo A da Série C

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 11/08/2019 às 14:28
Bobby Fabisak / JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak / JC Imagem

O Santa Cruz tem mais uma final pela frente, neste domingo, às 18h, em Aracaju, capital de Sergipe. A Cobra Coral enfrenta o Confiança, no estádio Batistão, no jogo do ano para os pernambucanos e sergipanos, pela 16ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Duelo que tem uma expectativa de casa cheia e estimativa de mais de 15 mil torcedores a favor dos mandantes. Uma vitória dos visitantes sacramenta o embalo na reta final em busca da classificação. Um triunfo dos donos da casa será um passo importante para consolidar uma vaga no G-4 e praticamente descartar os tricolores da briga pelo acesso. Resultado que até o Náutico, que joga nesta segunda-feira, está de olho.

Liderando a equipe sergipana em uma campanha surpreendente, um velho conhecido dos pernambucanos: o treinador Daniel Paulista, ex-comandante do Sport e ex-volante do Leão e Náutico. O Confiança é o terceiro colocado do Grupo A com 24 pontos enquanto o Tricolor do Arruda ocupa a sétima posição com três a menos.

“Espero que a equipe deles pressionem no começo do jogo. Acho que a partida vai começar com muita posse de bola e depois as duas equipes vão buscar mais a vitória, e assim, abrir mais espaços. Durante a semana, focamos em melhorar e crescer cada vez mais. Inclusive, estamos crescendo no momento certo”, comentou o técnico coral Milton Mendes.

No Santa Cruz, a heroica virada no apagar das luzes na rodada anterior diante do Imperatriz melhorou o ambiente e fez ressurgir uma confiança, que estava quase desaparecida com o jejum de cinco paridas sem vencer. Como também apimentou o clima decisivo para o confronto deste domingo e mudou a rotina no estádio José do Rego Maciel. Até então, em Recife, o treinador tricolor não tinha realizado um treinamento fechado. Fato que mudou na última quarta-feira devido a circunstância do momento.

“Quando chegamos na reta final do campeonato, os jogadores já sabem a padronização das jogadas. Nesse momento, estou pensando em resguardar as nossas armas. Ter um pouco de restrição no que mostramos. Às vezes, colocamos tudo à disposição do adversário, que não faz o mesmo. Não gosto de fechar treinos, mas nesse momento foi por uma causa necessária”, disse Milton.

Sobre a escalação, a tendência é que o comandante coral mantenha a base da equipe que venceu o Imperatriz. A tendência é que apenas duas peças sejam alteradas. No meio-campo, o volante Charles volta de suspensão na vaga de Kadu. Ainda com Pipico no departamento médico, Augusto deve assumir a camisa nove e completar o pelotão de frente com Jailson e Dudu.

O substituto imediato do artilheiro, Guilherme Queiroz, não treinou durante a semana por conta de um cansaço muscular. Por outro lado, o meia Celsinho e o centroavante Neto Costa voltaram a ser relacionados.

“Acredito que o Confiança tem uma forma definida de jogar. Daniel (Paulista) trabalha com um 4-1-4-1 tendo variação para o 4-3-3. Ele opta bastante pelos dois meias por dentro na criação e um homem mais alto na frente. Mas também teremos a nossa estratégia para esse jogo”, destacou o técnico.

Ficha do jogo

Confiança – Genivaldo (Jean), Vinícius Simon, Anderson, Michel; Amaral; Rafael Villa (Thallyson), Everton, Ítalo e Marcelinho; Renan Gorne. Técnico: Daniel Paulista. Esquema: 4-1-4-1.

Santa Cruz – Anderson; Cesinha, João Victor, Vitão e Victor Lindenberg; Charles, Lucas Gonçalves e Everton; Jailson, Dudu e Augusto. Técnico: Milton Mendes. Esquema: 4-3-3.

Local: estádio Batistão, em Aracaju-SE. Horário: 18h. Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL). Assistentes: Pedro Jorge Santos de Araujo e Brigida Cirilo Ferreira (ambos de AL).

VEJA MAIS CONTEÚDO