SANTA CRUZ

Milton Mendes demonstra preocupação com o futuro dos atletas tricolor


Com a eliminação da Série C, o Santa Cruz não tem mais jogos oficiais em 2019

Publicado em 26/08/2019 às 11:58
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Como já diz o clichê, é a hora de juntar os cacos para o Santa Cruz. A equipe foi eliminada ainda na primeira fase da Série C, sendo derrotado pelo Náutico nos Aflitos, por 3 a 1, e a temporada para o tricolor se encerrou no dia 24 de agosto. Daqui para frente, serão longos meses sem jogos – que agravarão a crise enfrentada pelo Mais Querido – para se planejar o futuro do clube em 2020 e corrigir os erros cometidos neste ano. Um dos pontos a se analisar é a permanência do técnico Milton Mendes.

Com um patamar salarial alto e histórico no Santa Cruz, o treinador foi trazido novamente por Constantino Júnior no “tudo ou nada”. Era o nome preferido para que colocasse o time nos trilhos da Série C e que buscasse o acesso. O começo foi muito bom, com quatro vitórias e um empate. Contudo, o rumo foi perdido no meio do caminho e, o clube chegou ao último jogo necessitando vencer o Náutico. O objetivo não foi alcançado e o Tricolor começa a traçar o que fazer de diferente. Quanto a Milton, ele mesmo comentou que não seria um problema seguir ou não no comando tricolor.

“Todo final de temporada é sempre um momento de reflexão. Tenho o acordo com o clube de três anos. Esse e mais dois. Nós, sem dúvida nenhuma, temos uma relação extraordinária, e não vai ser problema nenhum continuar ou não. O mais importante agora é tentar recolocar esses jogadores. Todos tem um futuro muito bom, tem jogadores que estão em um momento muito bom, a nossa equipe no geral está em um momento muito bom”, pontuou.

De olho nos atletas

A temporada acabou não só para o clube, mas para alguns jogadores, que podem acabar ficando desempregados até o fim do ano. Alguns deles têm o fim de contrato próximo e buscarão outro clube. Já os que possuem acordo mais duradouro com o Santa Cruz, há a chance de serem emprestados até o fim do ano. Preocupação que o treinador trata como principal.

“Infelizmente não classificamos, mas se passássemos éramos sérios candidatos a passar (para a Série B). Sobre o meu futuro, não estou preocupado no momento. A minha preocupação é com os jogadores. Eles que são meninos, estão iniciando suas vidas. Eu estou bem resolvido. Então a minha preocupação principal não é a minha, e sim a deles”, finalizou Milton Mendes.


Mais Lidas