Náutico acerta renovação de contrato com Jorge Henrique

Jogador foi contratado em dezembro do ano passado e permanece por mais uma temporada no Timbu

RENOVAÇÃO
Náutico acerta renovação de contrato com Jorge Henrique

Neste ano, Jorge Henrique disputou 17 jogos e marcou dois gols - Foto: Alexandre Gondim/ Acervo JC Imagem

Fernando Castro | Pedro Alves

O Náutico garantiu a permanência de mais um jogador para a próxima temporada. Se recuperando de uma grave lesão no tendão de Aquiles, o meia-atacante Jorge Henrique, de 37 anos, permanece no Timbu em 2020. A informação foi confirmada pelo vice-presidente Diógenes Braga. Principal contratação do clube para a temporada, o experiente jogador foi atrapalhado por lesões e não conseguiu corresponder dentro de campo, onde atuou em 17 partidas e marcou apenas dois gols.

"Essa renovação já está acertada entre o Náutico e Jorge Henrique, não tem dificuldade nenhuma. Posso dizer que a renovação já aconteceu, é apenas uma questão de formalização. A gente entende que a relação entre o Náutico e Jorge Henrique vai além de uma relação desportiva, mas além disso a gente acredita que o jogador tem a nos dar de forma desportiva", revelou o vice-presidente Diógenes Braga.

Até o momento, além do veterano, a diretoria alvirrubra já havia renovado o contrato do zagueiro Diego Silva, dos laterais Wilian Simões e Assis, do volante Josa, do meia Jean Carlos e do atacante Matheus Carvalho. O técnico Gilmar Dal Pozzo também tem a permanência garantida para a próxima temporada. Fora as renovações, o Náutico anunciou a contratação do atacante Salatiel, que disputou a Série C pelo Sampaio Corrêa. O centroavante é a primeira cara nova para 2020.

Comprometimento

Cinco meses depois de romper o tendão de Aquiles, durante o jogo contra o Globo-RN, pela Série C, Jorge Henrique segue realizando tratamento com o departamento médico do Náutico. No CT Wilson Campos, o jogador faz um trabalho diário específico com a fisioterapia. O comprometimento do experiente atleta, além da atitude de abrir mão de 60% do salário após a lesão, fez com que o Náutico renovasse seu contrato.

"Na hora que você vê um profissional com 37 anos, com o currículo que tem, em um momento que os atletas estão de férias, ele está diariamente no departamento médico cumprindo rigorosamente o tratamento, se esforçando demais, você vê nele o olho brilhando, de um atleta que parece ter saído da base, tem que se entender que esse atleta merece respeito. Fora isso, o exemplo que ele dá, mostrando a todos comprometimento com o clube e com a atividade", acrescentou Diógenes.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.