Santa Cruz pretende instalar 30 mil cadeiras no anel inferior do Arruda

As obras estão previstas para começar ainda este ano

REFORMA NO ARRUDA
Santa Cruz pretende instalar 30 mil cadeiras no anel inferior do Arruda

Estádio do Arruda - Foto: Arnaldo Carvalho/JC Imagem

Rádio Jornal | Com informações de Klisman Gama

 

O Arruda vem passando por obras para tentar melhorar o criticado acesso aos jogos. Nova pintura e troca do gramado têm sido feitas pelo poder Executivo do clube. Porém do lado da Comissão Patrimonial, um passo a mais visando a modernização do local começou a ser feito. Já com contrato assinado, o Santa Cruz pretende instalar 30 mil cadeiras no anel inferior do estádio José do Rêgo Maciel. A pretensão é que as obras já comecem neste ano. A venda dos assentos será disponibilizada para o torcedor e a arrecadação será toda voltada para reformar, manter e modernizar a casa coral.

“Já (será neste ano). A solução que encontramos foi essa, de colocar à venda 30 mil cadeiras no anel inferior e toda essa receita será exclusiva para ser investida no estádio. Na sua modernização, conforto de público, acessos e que tem que modernizar porque a legislação de hoje não é aquela legislação de 1972. É uma nova, acompanhando novos pontos e situações de segurança que a legislação exige no estádio. Antes tinha uma capacidade e 100 mil pessoas, hoje de 60 mil e vai diminuir um pouco, porque vai ter 30 mil cadeiras no anel inferior, ficando o anel superior todo como a nossa geral. Estamos trabalhando de forma consciente, com pés no chão, buscando receitas para que seja investido no estádio. E será feito com todas as condições técnicas exigidas para dar a maior segurança possível”, explicou o diretor da Comissão Patrimonial do Tricolor, João Caixero, em entrevista exclusiva ao Jornal do Commercio.

Leia Também 

https://radiojornal.ne10.uol.com.br/esportes/2020/01/07/santa-cruz-lanca-copo-homenageando-jogador-que-deu-o-sangue-pelo-clube-182090 

https://radiojornal.ne10.uol.com.br/esportes/2020/01/06/elenco-do-santa-cruz-se-reapresenta-nesta-segunda-06-182050 

https://radiojornal.ne10.uol.com.br/esportes/2020/01/03/tiago-cardoso-nega-ter-recebido-proposta-oficial-e-deixa-em-aberto-retorno-ao-santa-cruz-181925 

COMPRA, VENDA E INSTALAÇÃO

Apesar de não ter ainda um valor estipulado para a venda de cada cadeira, o intuito do clube é colocar um valor acessível para o torcedor, dando também condições de pagamento em até 36 vezes. Com contrato assinado com a empresa FutebolCard, a fase de compra do material já vem sendo planejada com contatos com fornecedor. De acordo com João Caixero, os assentos serão semelhantes ao do setor de cadeiras do Arruda, com encostos para as costas, e contarão com as três cores do Santa Cruz. A instalação seguirá o layout da nova pintura: onde está o preto, cadeiras pretas. Branco, cadeiras brancas. Vermelho, cadeiras vermelhas. 

“Vai ficar confortável, vai ter uma receita boa e vai ficar à altura da torcida do Santa Cruz. Não serão cadeiras caras. Elas vão ser negociadas em até 36 meses, onde cabe a participação do torcedor do Santa Cruz, cabe no orçamento dele na linha de apoio ao clube e não será um valor astronômico. Será um valor que alcance o povo e o nível do torcedor o Santa Cruz”, comentou.

“Assinamos contrato mês passado e agora estamos viabilizando os contatos. E estamos entrando nessa área de comercialização e venda das cadeiras. Evidentemente que não vamos vender 30 mil cadeiras de uma vez só. Mas aí vamos completando na forma da venda, com uma condição muito boa que teremos preço ao alcance de todo torcedor do Santa Cruz, com assento em cadeira permanente. Com uma coisa interessante, ele não indo ao jogo, temos um sistema de acompanhamento o clube aluga a cadeira dele e ele recebe um percentual do aluguel. É um contrato bastante interessante, muito moderno acompanhado pelo setor de informática, que dá condição total para que ele venha apresentar para a torcida do Santa Cruz para que ela tenha sua cadeira cativa no estádio”, encerrou João Caixero.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.