Retornando ao Recife, lateral do Santa Cruz revela sonho de atuar em casa

Toty, de 28 anos, foi revelado pelo Sport, mas não chegou a atuar pelo profissional do Leão

SANTA CRUZ
Retornando ao Recife, lateral do Santa Cruz revela sonho de atuar em casa

Toty comemora retorno ao Recife e oportunidade de jogar diante de sua família - Foto: João Victor Amorim/Rádio Jornal

Filipe Farias | Pedro Alves

Natural do Recife e formado nas categorias de base do Sport, o lateral-direito Toty só está tendo agora, aos 28 anos, a oportunidade de atuar como profissional por um clube da capital pernambucana. Apesar de sua formação ter sido no clube rubro-negro, Toty não chegou a atuar pelo time principal. Algo que acabou sendo fundamental na hora de aceitar o convite do Santa Cruz: jogar diante de sua família e amigos.

"Sempre sonhei em jogar em casa e estou tendo essa oportunidade esse ano. Muito feliz pela proposta do Santa Cruz, clube com uma boa estrutura para trabalhar e que sonha com objetivos maiores. Minha família também está muito feliz com meu retorno ao Recife, aceitei esse projeto do Santa muito por conta da minha família e do nascimento do meu filho, que aconteceu a pouco tempo", declarou Toty.

Conhecido por sua versatilidade, podendo atuar na lateral direita ou de ponta, como atacante de beirada, Toty disse que o seu posicionamento fica a cargo de Itamar Schulle. "Comecei lá atrás jogando no meio de campo. Mas no início da minha trajetória no futebol, por um clube, já foi na lateral. Estou aqui para ajudar o Santa Cruz e, em qualquer posição que o professor optar, vou atuar. Sou lateral de ofício, mas se precisar de mim em outra posição vou jogar para ajudar a equipe. 

Duelo com o Sport

Por ter sido formado na base do Sport e, agora vestindo a camisa do rival da capital, Toty acredita que o empate com o ex-clube será motivante. "Não cheguei a jogar no profissional do Sport. Subi com o técnico Hélio dos Anjos, nas finais do Pernambucano de 2011, mas não cheguei a entrar em campo. Terminou a competição e fui emprestado. Futebol é assim mesmo, bastante dinâmico. Tudo gira e acontece muito rápido. Mas acredito que será um prazer enfrentar o Sport, assim como enfrentei quando estava no Salgueiro, sempre dando o sangue dentro de campo", garantiu o lateral.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.