Erick quer reencontrar bom futebol no Náutico

Desde que deixou o Náutico, Erick não conseguiu repetir o mesmo desempenho que teve no Timbu

NÁUTICO
Erick quer reencontrar bom futebol no Náutico

Erick foi apresentado oficialmente no Náutico - Foto: Fernando Castro/JC

Fernando Castro | Pedro Alves

Depois de reestrear com a camisa alvirrubra no amistoso contra o Treze, no último domingo (12), no estádio dos Aflitos, o atacante Erick foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira (13), no CT Wilson Campos. De volta ao Náutico praticamente dois anos depois de ser vendido ao Braga, o jogador esperar reencontrar o bom futebol no clube que o projetou.

Pelo clube português, o atacante não ganhou muitas oportunidades e entrou em campo apenas uma vez pelo time principal. Em 2018, Erick foi emprestado ao Vitória, por onde ficou até o primeiro semestre de 2019 e disputou, ao todo, 32 jogos, marcando dois gols. Já no segundo semestre, o jogador foi cedido por empréstimo ao Gil Vicente, também de Portugal. Por lá, entrou em campo 11 vezes e não conseguiu marcar gol.

"Depois da minha venda, acabei não tendo muitas oportunidades na equipe principal do Braga e acabei jogando na time B lá. Depois fui para o Vitória, quando consegui ter sequência jogando uma Série A, acho que fiz um bom campeonato depois da Copa do Mundo. A gente acabou sendo rebaixado, as coisas não aconteceram como eu planejei, voltei para Portugal e no Gil Vicente aconteceu a mesma coisa, não tive sequência, jogava pouco e um jogador quando não tem sequência não rende o que esperam dele", comentou Erick.

De volta ao Náutico, o jogador destacou a felicidade pelo retorno e prefere esquecer os últimos anos para voltar a ter sequência. "Mas agora é bola para frente, passou, estou muito feliz de estar voltando para a minha casa, um lugar que eu fui muito feliz. Foi uma negociação difícil, mas eu nunca deixei de acreditar, queria voltar de todo jeito e graças a Deus estou aqui de volta", destacou. 

Erick no Náutico

Já no Náutico, os números de Erick são positivos. No primeiro ano como profissional, em 2017, o jogador conseguiu se firmar no time titular, sendo o principal jogador da equipe. Ao todo, o atacante disputou 39 jogos e marcou nove gols. Vendido ao Braga, Erick deixou o Timbu antes do final da Série B, quando o clube acabou sendo rebaixado. 

"Foi uma contratação muito festejada não só pela torcida, mas internamente também. O jogador teve uma vontade muito grande de voltar, que aliás tem sido uma característica dos atletas que têm vindo, com vontade de voltar a defender o clube, como Kieza, Ronaldo Alves e o Erick também. Houve a oportunidade de trazer ele muito por conta da vontade do atleta, foi uma negociação difícil, mas em momento algum desistimos", comentou o vice-presidente Diógenes Braga, durante a apresentação do jogador.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.