Técnico do Náutico avalia derrota para o Botafogo-PB e critica arbitragem

O Timbu teve sua primeira derrota na Copa do Nordeste

COPA DO NORDESTE
Técnico do Náutico avalia derrota para o Botafogo-PB e critica arbitragem

Técnico valorizou chances criadas na etapa inicial. - Foto: Léo Lemos/Náutico

Fernando Castro | Pedro Alves

Após um empate e uma vitória nas duas primeiras rodadas da Copa do Nordeste, o Náutico conheceu a sua primeira derrota na competição. O Timbu visitou o Botafogo-PB e perdeu por 2×1, num jogo com muitas reclamações de arbitragem por conta dos alvirrubros. Na entrevista coletiva pós-jogo, o técnico Gilmar Dal Pozzo detalhou a partida e também aproveitou para criticar a arbitragem, que anulou um gol do Náutico no fim da partida.

“O primeiro tempo a gente teve o controle do jogo, tivemos duas chances claras de gol contra uma do adversário, que na sequência fez o gol de bola parada. Voltamos no segundo tempo e a gente corrigiu para ter mais objetividade. E a gente tava conseguindo isso, inclusive usando mais o Paiva por dentro, fazendo o pivô, e a partir desse momento fica difícil comentar, fazer uma análise mais profunda do jogo, pela lambança que aconteceu da arbitragem”, disse o treinador.

BRONCA COM A ARBITRAGEM

E as críticas com a arbitragem não pararam por aí. O treinador também disse que o Náutico jogou contra praticamente 12 jogadores do adversário. “E depois a gente continuou buscando o resultado com um e depois dois jogadores a menos, e que se a gente ficasse dois dias jogando, a gente tava jogando contra praticamente 12 adversários. Um árbitro que ele apitou dois jogos da gente ano passado, foi bem e eu falei para os jogadores que ele tinha critério. Foi uma tarde infeliz e que influenciou diretamente no resultado. Não só o árbitro, mas o assistente também, o quarto árbitro com os glandulas”, explicou.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.