Sport enfrenta o Brusque pela Copa do Brasil nesta quarta-feira

Em 2019, o Leão foi eliminado da competição na primeira fase

SPORT
Sport enfrenta o Brusque pela Copa do Brasil nesta quarta-feira

O Sport precisa apenas de um empate para passar de fase. - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Davi Saboya | Pedro Alves

A temporada passada mostrou o quão importante é a Copa do Brasil para o Sport, que vive uma crise financeira. E nesta quarta-feira (12), começa uma nova oportunidade do rubro-negro ir longe nesta competição. No estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina, contra o Brusque, às 19h15, o Leão estreia na Copa do Brasil 2020. O empate pode render uma cota de R$ 1,03 milhão. O que gera um fôlego maior no orçamento do clube rubro-negro diante do grande passivo e a folha, que segundo a direção, começou 25% maior do planejado para o começo deste ano.

“Acho que hoje em dia não existe mais time bobo. Tenho amigos que jogam do lado de lá, então eu sei que é um time que vai competir muito. Está jogando em casa e com o apoio da torcida. Mas a gente vai tentar botar nosso jogo em prática. Se for na força, vai ter que ser na força. Se a gente puder jogar, a gente vai jogar. Então é fazer de tudo para vencer o jogo lá, independente do adversário ou das circunstâncias do jogo”, afirmou o atacante leonino Marquinhos.

A viagem da delegação do Sport sofreu um grande atraso, segunda-feira, por conta do forte temporal que atingiu São Paulo e os demais estados das regiões Sul e Sudeste. Apenas no fim da noite da segunda-feira o Leão chegou na cidade de Brusque, em Santa Catarina, após ficar por algumas horas no aeroporto de Guarulhos. A segunda parte do staff do clube só conseguiu chegar ontem à noite devido ao mesmo motivo que atrapalhou a logística.

Nessa terça-feira, o técnico Guto Ferreira comandou o último treino no CT do Brusque. Mais uma vez fechando os treinos, ele optou pelo mistério em relação a escalação. Porém, não deve ter grandes mudanças na equipe principal do começo deste ano.

Entre os relacionados, a grande novidade é o volante Rithely. Depois de quatro jogos no time alternativo, ele foi integrado ao grupo principal e briga por uma vaga no meio-campo. Também estão na concorrência Jean Patrick, João Igor e Alê Santos. Completam o setor o também volante Willian Farias e o meia Lucas Mugni, que foi liberado na semana passada para acompanhar o nascimento do filho.

No último treino no Recife, segunda-feira, o atacante Barcia foi poupado da movimentação e o zagueiro Cleberson realizou um trabalho à parte. Porém, ambos não preocupam. O restante da equipe deve ser a mesma utilizado por Guto Ferreira na Copa do Nordeste.

ADVERSÁRIO

Segundo colocado no Estadual, o Brusque, campeão da Copa Santa Catarina em 2019, começou a temporada com título. Em jogo único, venceu por 2×0 o Avaí, na Ressacada, e conquistou o título da Recopa catarinense. No Estadual, ocupa a segunda colocação com os mesmos 10 pontos do líder Figueirense. São três vitórias (Joinville, Avaí e Chapecoense), um empate (Tubarão) e uma derrota (Marcílio Dias).

FICHA DO JOGO – BRUSQUE X SPORT

Brusque – Zé Carlos; Zé Mateus, Cleyton, Ianson e Airton; Ruan Costa, Rodolfo Potiguar e Marco Antônio; Thiago Alagoano, Alex Sandro e Edu. Técnico: Jersinho Testoni. Esquema: 4-3-3.

Sport – Luan Polli; Raul Prata, Adryelson, Cleberson e Sander; Willian Farias, João Igor (Jean Patrick ou Rithely) e Lucas Mugni; Marquinhos, Barcia e Elton (Hernane Brocador). Técnico: Guto Ferreira. Esquema: 4-3-3.

Local: estádio Augusto Bauer, em Brusque-SC. Horário: 19h15. Árbitro: Douglas Marques das Flores (SP). Assistentes: Gustavo Rodrigues de Oliveira e Fabrini Bevilaqua Costa (ambos do SP).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.