Sport empata com Petrolina e permanece em quinto no Pernambucano

O leão ainda pode ser ultrapassado no complemento da rodada

SPORT
Sport empata com Petrolina e permanece em quinto no Pernambucano

O Sport ficou no empate em 0x0 com o Petrolina, fora de casa - Foto: Igor Moura/Rádio Jornal

Com informações do Blog do Torcedor

Jogando no Sertão do estado, o Sport enfrentou o Petrolina no estádio Paulo Coelho e não saiu do zero a zero com o time sertanejo. Em quinto lugar na classificação, o rubro-negro ainda pode ser ultrapassado no complemento da oitava rodada do Pernambucano. O próximo compromisso do Sport é o clássico contra o Santa Cruz na Ilha do Retiro neste sábado (7). 

O jogo

O Sport começou a partida tomando conta das ações. E a criação das jogadas não demorou para acontecer. Até pouco mais de 20 minutos, o atacante Hernane Brocador já tinha perdido quatro oportunidades claras de gol. A principal delas sem goleiro na barra. O lateral Raul Prata invadiu pelo lado direito, a bola sobrou para o meia Lucas Mugni, que chutou e o adversário tirou em cima da linha. No rebote, o centroavante bateu fraco em cima do goleiro Tigre.

Já o Petrolina só conseguiu ameaçar a meta rubro-negra em chutes de fora da área. Os arremates, na maioria, fruto de falhas da defesa do Sport que não conseguiu afastar da forma correta. Apesar disso, conseguiu manter uma boa postura na maior parte dos lances.

Porém, na segunda parte do primeiro tempo, o setor ofensivo diminuiu o ritmo e não conseguiu manter a agilidade nas transições ofensivas. Por isso, aumentou os índices de bolas alçadas na grande área e aumento do jogo com Raul Prata e o lateral-esquerdo Luciano Juba.

Segundo tempo

Depois do intervalo, o Petrolina conseguiu criar a primeira jogada no confronto. O meia Bruninho recebeu um cruzamento pelo lado esquerdo de ataque e da meia lua da grande área mandou de “chapa” para o gol. Mas Luan Polli defendeu com tranquilidade.

Regular na partida, o Sport não demorou para responder. Pelo lado esquerdo, Luciano Juba acertou duas vezes a trave. Em outra investida, o volante João Igor puxou o ataque e acertou um chutaço de fora de grande área. O goleiro Tigre deu rebote, mas ninguém aproveitou.

Querendo a vitória, o Leão foi para cima da Fera Sertaneja. Pelo lado esquerdo, o meia Lucas Mugni achou o atacante Elton do lado oposto. O centroavante acertou um belo voleio e a bola tirou tinta do ângulo de Tigre. Pouco tempo depois, em boa troca de passes, o time rubro-negro conseguiu invadir a grande área, mas Ewandro optou pela jogada errada. Ao invés de tocar para Hernane Brocador livre do lado direito, optou pelo chute e bateu na marcação.

No fim do jogo, o Sport partiu para o tudo ou nada. Mas não teve jeito. Teve até gol anulado corretamente do atacante Elton em posição irregular, nova chance perdida por Brocador na pequena área e o goleiro Tigre fazendo milagre em cabeçada do lateral-direito Ewerthon,

Do outro lado, o Petrolina, que pouco ameaçou durante toda a partida, pareceu estar satisfeito com o empate nos últimos minutos. Na chance que teve com o atacante Saci de vencer o jogo, em um contra-ataque, mandou para fora.

Ficha do jogo

Petrolina : Tigre; Jô, Nildo, Marcos Arthur e Wallace; Romário, Jefferson Pimpim (Cícero Mateus) e Bruninho (Gustavo Delegado); Dênis, João Douglas (Saci) e Hudson. Técnico: Higor Cesar

Sport: Luan Polli; Raul Prata, Rafael Thyere, Adryelson e Luciano Juba (Ewerthon); William Farias, e Lucas Mugni; Yan (Ewandro), Marquinhos (Elton) e Hernane Brocador. Técnico: Daniel Paulista.

Local: estádio Paulo Coelho, Petrolina-PE. Árbitro: Rodrigo Pereira. Assistentes: Bruno Vieira e Humberto Martin. 

Cartões amarelos: Jô e Romário (Petrolina). João Igor, Marquinhos e Adryelson (Sport). Público: 1.392 torcedores. Renda: R$ 19.080,00

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.