"O encerramento do Campeonato Pernambucano é inviável", diz Evandro Carvalho

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol concedeu uma entrevista para a Rádio Jornal sobre o Pernambucano

CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Evandro Carvalho concedeu entrevista na Rádio Jornal - Foto: Léo Motta/JC Imagem

Fernando Castro | Pedro Alves

Depois da mobilização dos sete clubes do interior solicitando o encerramento da disputa do Campeonato Pernambucano, o presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF) afirmou que a decisão é inviável, já que se trata de uma competição que prevê mata-mata. De acordo com Evandro Carvalho, com o fim em definitivo do estadual, Pernambuco perderia vagas na Série D e na Copa do Brasil do próximo ano.

“Quanto a questão do campeonato (estadual), os estados do Nordeste (exceção do Bahia e Ceará) já tiveram a consulta dos clubes, mas é inviável por não ser um modelo de pontos corridos. Em um modelo de fases é tecnicamente impossível. Pernambuco perderia as quatro vagas da Série D e três da Copa do Brasil. Temos que buscar uma solução técnica de encaixar os jogos no segundo semestre”, afirmou Evandro Carvalho, em entrevista para a Rádio Jornal.

Confira a entrevista na íntegra:

A principal reivindicação dos clubes do interior para encerrar em definitivo o Campeonato Pernambucano é em relação ao prejuízo financeiro, já que a maioria dos contratos com os jogadores se encerram no próximo mês. Com a pandemia do novo coronavírus e a suspensão do Campeonato Pernambucano por tempo indeterminado, a FPF e a CBF estão buscando uma solução para encaixar os estaduais no segundo semestre.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.