Presidente do Santa Cruz admite atraso no pagamento do direito de imagem, mas salários em dia

Constantino Júnior revelou que parte do pagamento dos patrocinadores ainda não foi pago

SANTA CRUZ
Presidente do Santa Cruz admite atraso no pagamento do direito de imagem, mas salários em dia

Constantino Júnior é o presidente do Santa Cruz. - Foto: Acervo/JC Imagem

Túlio Feitosa | Pedro Alves

Ainda sem uma definição de férias no Santa Cruz, já que o calendário dos clubes da Série C do Campeonato Brasileiro é diferente das divisões acima, o presidente do clube tricolor, Constantino Júnior, falou sobre a situação salarial com os atletas em entrevista a Ralph de Carvalho, na Rádio Jornal.

Ouça a entrevista na íntegra:

Segundo Tininho, como é conhecido, o clube mão deve um mês de salário, mas sim de direitos de imagem. O valor pendente se dá à falta de receitas que estavam dadas como certas antes da paralisação. "O salário tá pago. Muitas receitas que estavam dadas como certas, como a própria cota da Liga do Nordeste, ela não veio de maneira integral, veio pela metade. Até porque vários patrocinadores não pagaram, já que não houve a integralidade da primeira fase da Copa do Nordeste. A gente contava com a receita e certamente esse valor dava para quitar o direito de imagem dos jogadores, já que é um valor menor que o salário", disse.

Ajuda à CBF

Ainda em entrevista, Constantino Júnior falou sobre videoconferências diárias entre um grupo de presidentes dos clubes que irá apresentar um documento à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) pedindo auxílio às equipes da Terceira Divisão. "Elaboramos um documento que deve ser entregue hoje ou amanhã a CBF colocando algumas situações da Série C, mas entendendo que a CBF também vem sendo muito solicita e parceira. Então a gente vai colocar essas situações para que a gente possa ter um campeonato quando a bola voltar a rolar com condições técnicas para agradar o torcedor", completou Tininho.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.