"Vai atrapalhar muito", disse goleiro do Náutico sobre a paralisação do coronavírus

Para Jefferson a parte física dos atletas é a mais afetada

NÁUTICO

Jefferson avaliou o período sem jogos por conta do coronavírus. - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Fernando Castro | Pedro Alves

A pandemia do novo coronavírus tem impactado no futebol. Sem atividades no Náutico há duas semanas, o goleiro Jefferson comentou sobre as dificuldades do período sem jogos. O jogador enxerga a paralisação como prejudicial para os atletas, principalmente pela questão física. Apesar do elenco estar treinando em casa, seguindo as recomendações dos profissionais do clube, a perda de condicionamento físico é inevitável.

“A paralisação vai atrapalhar muito. Não vai se formar um grupo depois que passar tudo isso, nós jogadores já nos conhecemos, mas eu creio que o que pode atrapalhar mais é em relação a parte física. Em relação ao entrosamento nós já nos conhecemos, então acredito que vai melhorar, porque a gente sabe que precisamos melhorar em alguns aspectos, então creio que o que vai atrapalhar mais é a questão do condicionamento físico”, avaliou Jefferson.

NORDESTÃO CAST:

CUIDADOS

Um dos líderes do elenco do Náutico, Jefferson aproveitou para conscientizar a torcida alvirrubra. O goleiro tem utilizado bastante as redes sociais para reforçar a importância dos cuidados recomendados pelas autoridades e organizações de saúde para evitar o contágio do novo coronavírus.

“Em relação aos cuidados, é como estão sendo abordados diariamente na TV, nos jornais e redes sociais, é lavar bem as mãos, evitar aglomeração de pessoas, álcool em gel, sabão, evitar abraço, beijo. Estamos tomamos todos os cuidados porque a situação no mundo está muito difícil e eu creio que nós vamos vencer, todo mundo junto, consciente, essa batalha contra esse vírus”, destacou o goleiro alvirrubro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.