CAMPEONATO PERNAMBUCANO

Evandro Carvalho volta à afirmar que Pernambucano não será suspenso


Segundo o presidente da Federação Pernambucana, o estadual pode acontecer até ano que vem

Publicado em 01/05/2020 às 12:40
Acervo/JC Imagem
FOTO: Acervo/JC Imagem
Leitura:

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Evandro Carvalho, voltou a falar sobre a continuidade do Campeonato Estadual após a pandemia do novo coronavírus. De acordo com o dirigente, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e as federações estão atentas às recomendações do Ministério da Saúde para restabelecer os campeonatos.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Evandro falou que há duas certezas sobre o futebol em 2020. “A CBF e o conjunto das 27 federações só têm duas certezas absolutas: até dezembro a pandemia será superada. Se não for, evidentemente será o caos universal, mas se acredita que até dezembro ela será superada, e que os estaduais serão concluídos seja esse ano ou no próximo ano”, observou o mandatário, em entrevista ao Bate Rebate, da Rádio Jornal.

O dirigente ainda esclareceu que é impossível não ter a conclusão dos estaduais disputadas em campo. “É mais fácil não acontecer o campeonato do próximo ano e se concluir o campeonato deste ano do que não concluir. Essa é uma questão técnica legal. O Brasil é o único país do mundo em que o congresso legisla no futebol. Nenhum país no mundo tem leis específicas para o futebol como o Brasil tem. Então é impossível a competição ser suspensa, cancelada, porque caracteriza a ‘virada de mesa’ no linguajar popular. E encerraria centenas de ações milionários no país todo. É impossível”, falou.

Sem prazo para retomada

A pandemia da covid-19 deve ficar ainda mais grave no mês de maio. Sem previsão para a retomada das competições, Evandro falou que ainda não há uma definição para o futebol e ainda falou que o planejamento será organizado junto às autoridades ligadas à saúde e segurança sanitária.

“Vamos imaginar que o primeiro passo foi dado, nós temos o parecer favorável do Ministério da Saúde. O protocolo médico nacional validado. Levamos para cada secretaria estadual e municipal. E vamos estabelecer. Será possível, por exemplo, Pernambucano reiniciar em junho? Não. Passamos para julho, agostou, até ser possível o retorno do futebol…Não teremos problemas. Reiniciarem tão logo termos a segurança sanitária que permita”, concluiu.


Mais Lidas