SANTA CRUZ

"Ainda não sentimos seguros", diz vice-presidente médio do Santa Cruz sobre possível retorno do futebol


No Brasil, Internacional e Grêmio voltaram as atividades esportivas

Publicado em 05/05/2020 às 15:04
Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

“Segurança”. Essa é a palavra chave utilizada no Santa Cruz para reiniciar as atividades esportivas. Em entrevista ao repórter Filipe Farias, do Jornal do Commercio, veiculada na Rádio Jornal, o vice-presidente do clube afirmou que aguarda a liberação da Secretaria de Saúde para retornar com a prática do futebol.

“O nosso retorno está totalmente dependente da data, da possibilidade, em que a Secretaria de Saúde nos liberar. No momento nós não temos uma previsão. Esse é um momento que engloba o estado de Pernambuco, como todo o Brasil. A palavra no Santa Cruz é segurança. O nosso departamento usa esse critério como fundamental para retorno e esse retorno quando formos ter temos que pensar em todos os profissionais envolvidos na prática de futebol. Segurança é a nossa palavra”, afirmou o doutor.

Insegurança com retorno

Apesar do retorno das atividades por parte de duas equipes grandes no cenário do futebol brasileiro, como Internacional e Grêmio, o Santa Cruz ainda não considera que o momento em que passamos seja o ideal para o retorno das práticas esportivas e mesmo quando retornar, será necessário manter o cuidado total.

“Ainda não sentimos seguros para tal e quando isso for ocorrer (retorno das atividades) vamos seguir todos os protocolos possíveis, tanto aqueles que estamos tentando desenvolver junto a Federação Pernambucana de Futebol, como os protocolos internos nosso de cuidados dentro do clube. Infelizmente essa data (de previsão) ainda não existe. Maio se apresenta como um mês de dificuldades que vamos ter no estado e estamos a espera e torcendo para que tenhamos uma resposta rápida, mas a situação ainda requer muitos cuidados e precauções”, disse Dr. Antônio Mário que finalizou destacando o acompanhamento feito com os atletas mesmo à distância.

“No mais, tentar passar por esse período. Nossos atletas estão passando por atividades individuais, foram totalmente orientados pelo departamento de fisiologia e físico do clube e nós estamos monitorando atleta por atleta e, graças a Deus, estamos passando por isso de forma mais tranquila. Voltaremos quando tudo estiver tranquilo para a prática do desporto”, finalizou..


Mais Lidas