SANTA CRUZ

Santa Cruz tenta desbloqueio de dívidas para quitar pagamentos

O tricolor teve uma queda de faturamento entre 30% e 40%

Publicado em 15/05/2020 às 16:02
Leo Motta/JC Imagem
FOTO: Leo Motta/JC Imagem
Leitura:

O Santa Cruz vive uma realidade de buscar recursos e tenta o desbloqueio de algumas verbas para pagar os jogadores. A boa notícia é a torcida comprando o kit de máscaras e os ingressos para o jogo virtual e já deu para pagar os funcionários do administrativo e as operações da loja Cobra Coral, mas o problema mesmo vem sendo o departamento de futebol.

Em entrevista para a Rádio Jornal, o diretor de futebol do Santa Cruz, Fred Dias, explicou que tricolor pagou os jogadores que recebem os salários mais baixos do elenco, mas ainda precisa quitar os direitos de imagem. A direção quer evitar que jogadores fiquem com três meses de salários atrasados e consiga uma liberação vindas via justiça de forma unilateral.

Ouça a reportagem de Tiago Morais

O diretor coral também falou sobre o Profut, que continua recebendo a cobrança mensal, além do passivo tricolor que chega a R$ 220 milhões. Santa que tem uma auditoria para renegociar as dívidas e pagar.

“A gente pede para que as pessoas fiquem em casa, cuidem de suas famílias e que fiquem atentos às recomendações das autoridades de saúde para que esse momento conturbado possa passar mais rápido. Nós estamos tendo uma grande dificuldade e o futebol não é apartado do resto da economia mundial. Temos grandes clubes passando por dificuldades financeiras e um clube do tamanho do Santa não é diferente. Nós temos entre 30% e 40% das nossas receitas vinculadas ao dia a dia do clube, de jogos e sócios, então temos uma queda de arrecadação muito grande de um valor que nós estávamos estipulando como orçamento viriam justamente de receita de bilheteria de jogos e nós teremos uma queda bem acentuada nesse período. Estamos fazendo remodelações e os replanejamentos necessários para que a gente possa enfrentar esse momento complicado. Estamos em contato direto com os nossos atletas, funcionários e o presidente Constantino Júnior vem fazendo um esforço com CBF e outros patrocinadores do clube, empresários que apoiam para cumprir com nossas obrigações buscando forma de cumprir com nossas obrigações. Fizemos uma remodelação no departamento de futebol, tivemos a redução de alguns valores em comum acordo com os atletas e funcionários evitando assim demissões”, afirmou o diretor coral.

Mais Lidas