Comissão técnica do Santa Cruz satisfeita com desempenho do time antes da pandemia

O Tricolor tinha um aproveitamento de 66%

SANTA CRUZ
Comissão técnica do Santa Cruz satisfeita com desempenho do time antes da pandemia

Os últimos resultados agradou a comissão técnica do Santa Cruz. - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

Antes da paralisação do  futebol por conta da pandemia do novo coronavírus, o Santa Cruz vinha tendo um bom aproveitamento dentro de campo, tanto que conquistou 66% dos pontos conquistados nas competições do início da temporada. aproveitamento que agradou bastante a comissão técnica tricolor. Em entrevista para a Rádio Jornal, o auxiliar técnico de Itamar Schulle, Lucas Isotton, falou sobre o bom início tricolor na temporada.

“A gente sabe que todo o início de trabalho é um início complicado em função de situações que acabaram acarretando no passado. Em cima disso, como não tivemos uma base, que é um fator que acaba complicando, porque sempre é bom ter uma base para trabalhar. No início do trabalho tivemos que contratar jogadores e o nosso início foi atrasado em cima de algumas situações. Claro que a gente tinha desconfiança em cima dessas situações, mas por outro lado, a gente tinha muita expectativa no trabalho. Porque nós escolhemos o Santa Cruz”, disse. 

OUÇA A REPORTAGEM DE FILIPE FARIAS:

“Conseguimos atingir os objetivos e acho que o grande segredo de tudo isso foram as contratações e o elenco que a gente montou. Um grupo extremamente profissional, que se dedica muito, um grupo parceiro, que compra a ideia do treinador, e confiança. Com as nossas dificuldades e com aquilo que a gente plantou, nós esperávamos os resultado. E o resultado foi satisfatório até o momento. Mas ainda não conquistamos nada e com essa pandemia, sabemos que temos que continuar nos preparando para não sermos surpreendidos”, completou Lucas Isotton.

Danny Morais

O zagueiro e capitão do Santa Cruz, Danny Morais, também conversou com a Rádio Jornal para saber sobre a retomada do futebol alemão e saber se está próximo de retomar o futebol aqui no Brasil.

“Eu não acredito numa retomada neste no Brasil. Acho que é muito cedo. Tenho lido bastante e a Alemanha tá voltando em um momento que não é o pico deles. Já tiveram números, mas agora está lá em baixo. Já no Brasil estamos ao contrário, quase no pico e aliado a falta de estrutura, falta de organização em 98% dos nossos times acredito que seja inviável voltar. Temos que esperar passar em Pernambuco e nos outros estados, acho que temos que esperar passar esse lockdown e ver no que vai dá. Essa é a posição que o Santa Cruz vem tendo e pelo que tenho visto das outras equipes também estão assim e acredito que nós vamos aguardar a organização da saúde vai dizer para voltar em boas condições”, finalizou o zagueiro.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.