Presidente do Grêmio nega procura do Sport pelo atacante André

O jogador vem sendo ligado a um possível interesse do Sport

CONTRATAÇÃO
Presidente do Grêmio nega procura do Sport pelo atacante André

André teve duas passagens pelo Sport e a última aconteceu em 2018. - Foto: Acervo/JC Imagem

Davi Saboya | Pedro Alves

Presidente do Grêmio, Romildo Bolzan disse em entrevista ao Jornal do Commercio e Blog do Torcedor, nesta quarta-feira, que não tem conhecimento da procura do Sport pelo empréstimo do atacante André. Ele, que tem forte aproximação com o líder executivo do Leão, Milton Bivar, frisou que acredita que diante de qualquer interesse seria contatado pelo dirigente pernambucano. A negativa aconteceu diante da notícia divulgada pela imprensa gaúcha de que o centroavante estava próximo de voltar a vestir a camisa rubro-negra.

“Não estou sabendo de nenhum contato do Sport com o Grêmio pelo atacante André. Podem ter falado com o agente dele ou com outro dirigente do clube, mas a mim não chegou nada”, afirmou o presidente gaúcho Romildo Bolzan. “Com certeza ele (Milton Bivar) teria entrado em contato como se existisse algo”, completou.

Ainda de acordo com a crônica esportiva do Rio Grande do Sul, o Grêmio foi sondado pelo Sport nos últimos dias sobre André e o Leão ganhou “sinal verde” para fechar com o atacante. Inclusive, o Tricolor gaúcho aceitou pagar cerca de 50% dos vencimentos do jogador, que gira em torno de R$ 450 mil, em um empréstimo até o final desta temporada. Além disso, o ex-atleta rubro-negro teria concordado com as condições para voltar ao Recife. Mesmo assim, a negociação é tratada como “complicada”.

Procurado pela reportagem, o empresário de André, Fernando Garcia, também negou qualquer tratativa. “Não existe nada. Está tudo parado. Nem dele ou qualquer outro jogador”, disse o agente. O presidente rubro-negro Milton Bivar não atendeu as ligações e também não respondeu as mensagens de texto.

Dívida

Vale lembrar que o Sport precisa acertar a dívida de quase R$ 6 milhões com o Sporting, de Portugal, em torno da compra de 50% dos direitos econômicos do próprio André em 2017. O Leão já foi punido pela Fifa a realizar o pagamento e o prazo dado pela entidade máxima do futebol foi ultrapassado. O clube português não aceitou acordo, pois o atacante foi vendido em 2018 pelos time rubro-negro ao Grêmio pelo valor de 2,5 milhões de euros (cerca de R$ 10 milhões na época) e nada foi repassado.

Veto

Outro problema que o Sport tem que resolver antes de novos reforços é o acordo no pagamento com o meia chileno Mark González. Isso porque o parcelamento, da dívida total de R$ 645 mil, está atrasado e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) proibiu o Leão de regularizar jogadores por determinação do Centro Brasileiro de Mediação e Arbitragem (CBMA). Inclusive, o lateral-direito Patric e os atacantes Ronaldo e Philip estão aguardando a pendência ser resolvida para serem registrados.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.