Presidente do Salgueiro é contra a sede única no Pernambucano “não é justo”

O Carcará já está classificado para a semifinal do Estadual e tem o direito de decidir o confronto em casa

CAMPEONATO PERNAMBUCANO
Presidente do Salgueiro é contra a sede única no Pernambucano “não é justo”

Salários dos jogadores do Salgueiro estão em dia, apesar da pandemia. - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Pedro Alves | Twitter: @PedroAlvesn99

O Campeonato Pernambucano ainda não tem uma data definida para finalizar as rodadas restantes da competição. A expectativa para os jogos voltarem está entre as datas 5 e 15 de julho e em sede única. Essa última opção que não foi bem aceita pelo presidente do Salgueiro, José Guilherme.

Em entrevista para a Rádio Jornal, o mandatário do Carcará caracteriza a decisão como “injusta”, já que o Salgueiro conquistou seus resultados dentro de campo.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

“(A opção de jogar em sede única) Não seria boa. Porque o Salgueiro (time) ganhou o direito de jogar em Salgueiro (cidade) dentro de campo. Garantimos o segundo lugar e o regulamento diz que temos o direito de jogar dentro de casa. Temos a última rodada, que já foi garantido pela Federação Pernambucana de Futebol, que será disputada em seus respectivos estádios. Se o Náutico pode vir disputar uma partida aqui em Salgueiro, por que a semifinal não pode ser disputada aqui de novo? Eu ganhei dentro de campo, com justiça, jogando bola, tendo mais pontos que os outros, vou ter que viajar para Recife, deslocar, ir para hotel e os outros que não ganharam ficam em casa me esperando? Não é justo de jeito nenhum”, afirmou o presidente.

O Campeonato Pernambucano foi interrompido na oitava rodada, com o Salgueiro garantido na segunda colocação, com 16 pontos, conquistando o benefício de não disputar as quartas de final, indo direto para a semifinal e decidindo o segundo jogo em casa.

Equipes contra sede única

Além do Salgueiro, outras equipes podem disputar as fases finais contra os times da capital e de acordo com José Guilherme todos os clubes discordaram da opção de realização de sede única em uma reunião junto a FPF.

“Já teve uma reunião com clubes e Federação. Nenhum clube concordou. Agora se for uma imposição do Governo do Estado, porque a questão em Recife, pode ser que a torcida se aglomere para receber os times, aí é uma questão sanitária, mas tirar uma equipe do interior e ir para o Recife sou eu que vou sofrer. Não é justo”, disse.

“A dificuldade é só para o pequeno numa bronca dessa. Pega o pequeno paga o hotel, inventa uma conversa, mas não é justo nem pra mim nem pra minha cidade. Montei um time com sacrifício, sou segundo lugar e eu vou ter que viajar. E eles ficam na comodidade? Eles que saiam da comodidade e venham para Salgueiro!”, encerrou o presidente.

Na última rodada da fase de grupos, o Salgueiro enfrenta o Náutico no sertão. O Carcará já está garantido em segundo colocado, enquanto o Timbu (4°) briga para conseguir uma melhor colocação e garantir a disputa das quartas de final nos Aflitos.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.