COPA DO NORDESTE

Diretor diz que sede para volta da Copa do Nordeste deve ser oficializada até terça


De acordo com Alexi Portela, o desejo é de retomar a Copa do Nordeste já na próxima semana, com a competição tendo de 12 a 15 dias de duração

Publicado em 06/07/2020 às 12:34
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Na última semana, a expectativa era de que a sede escolhida para o retorno da Copa do Nordeste fosse oficializada até a sexta-feira, mas isso não aconteceu. No entanto, o martelo deve ser batido até esta terça-feira. Pelo menos foi o que garantiu o diretor da Liga do Nordeste, Alexi Portela, em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal. Nos bastidores, a tendência é de que Salvador seja escolhida como a cidade para a volta do Nordestão, mas segundo o dirigente da entidade ainda não tem nada definido. Portela também reforçou o discurso da competição terminar até o fim do mês, já que a CBF quer começar o Campeonato Brasileiro – séries A, B e C – no dia 8 de agosto.

“Essa demora deixa todo mundo ansioso. Esperávamos que até sexta fosse definido onde vai ser essa volta e de que modo vai ser, mas não foi e esperamos que até esta terça-feira a gente defina isso. É importante que a competição termine antes dos campeonatos nacionais. Antes do dia 8 de agosto precisamos concluir tudo. E além da Copa do Nordeste, também precisamos concluir os estaduais. Então estamos cobrando a CBF para a gente fazer uma logística boa, com toda a segurança e seguindo de forma segura esse novo modelo. A gente tem a ideia de usar de 12 a 15 dias”, comentou Portela, que completa afirmando que a CBF é quem vai definir as datas da volta da Copa do Nordeste, mas que seria interessante retomar o Nordestão na próxima semana.

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

“Como é uma competição CBF, é ela quem vai definir as datas da competição. Mas que tem que acabar antes do mês, isso não resta dúvidas. Então para isso, tem que começar no máximo na próxima semana para a gente não sofrer nenhum atropelo com relação aos nacionais. A princípio, continua tudo do mesmo jeito, tendo dois jogos na final. Na primeira rodada do retorno você tem 16 clubes atuando. Depois, esse número cai para oito, depois quatro e até a final com dois. E aí com isso você vai liberando os clubes que não se classificaram para jogarem os estaduais. Infelizmente tentamos jogar a última rodada antes dessa confusão toda, mas não foi possível. E a gente espera finalizar a competição de 12 a 15 dias”, pontuou o diretor da Liga do Nordeste.

Salvador

Alexi Portela reforçou que a sede ainda não foi escolhida, mas destacou que se for em Salvador, a cidade de Feira de Santana também deve receber a Copa do Nordeste, nem que isso seja apenas na rodada de retorno – O local conta com a Arena Cajueiro e o Joia do Princesa como estádios para a realização dos jogos. “Na realidade, nós estamos levando em consideração não só a Bahia, mas Pernambuco e Ceará também. Já temos o projeto montado mais ou menos montado para as três capitais, dependendo da CBF para definir. Se for em Salvador, Feira de Santana também seria sede ao menos na primeira rodada. Mas ainda não tem nada definido, estamos aguardando a definição para tocarmos o projeto”, comentou Alexi Portela.

O diretor da Liga também afirmou que, caso Salvador seja a sede escolhida para o retorno da Copa do Nordeste, três estádios da capital seriam usados: Arena Fonte Nova, Barradão e Pituaçu. Atualmente a Fonte Nova abriga uma unidade hospitalar exclusiva para o tratamento dos contaminados pelo novo coronavírus. No entanto, de acordo com Portela, a liberação do local já foi conversada com o Governo do Estado. “Sim (Fonte Nova receber jogos). Já foi conversado com o Governo do Estado isso. Os três estados de Salvador seriam Fonte Nova, Barradão e Pituaçu”, finalizou Alexi Portela.


Mais Lidas