NÁUTICO

Náutico suspende dois dos três leilões envolvendo propriedades do clube


Uma das ações suspensas é movida pelo ex-treinador do Náutico, Givanildo Oliveira

Publicado em 15/07/2020 às 15:33
Reprodução / Google Street View
FOTO: Reprodução / Google Street View
Leitura:

O Náutico conseguiu suspender dois dos três leilões envolvendo propriedades do clube foi suspenso, entre elas a ação que é movida pelo ex-treinador Givanildo Oliveira, que exige o pagamento de mais de R$ 500 mil pela sua última passagem no clube.

Em entrevista para o repórter Antônio Gabriel da Rádio Jornal, o vice-presidente jurídico do clube, Bruno Becker, explica detalha as suspensões dos leilões. “De fato a gente conseguiu a suspensão de dois dos três leilões que estavam designados para a próxima segunda-feira. Um belíssimo trabalho do nosso advogado que cuida da área trabalhista Dr. Edmilson Boa Viagem”, disse.

“O leilão de Givanildo foi suspenso por questões formais processuais. O edital de publicação não atendeu às exigências formais que todos leilões formais de imóveis tem que obedecer e o magistrado teve acessibilidade e entendeu que diante da boa vontade do clube em pagar, ele designou a audiência de conciliação. Essa audiência não tem data ainda, deve ser designada nos próximos dias e aí nós vamos com mais calma sem a pressão de um leilão, nós vamos sentar na mesa para negociar com Givanildo e seus advogados e negociar sempre dentro das possibilidades dos clubes. Sem fazer loucura”, completou.

OUÇA O NORDESTÃO CAST:

Outros leilões

Outro leilão que foi suspendido foi o da ação movido pelo ex-jogador Elivan (Dinda). “O Segundo leilão que era o de elivan, ex jogador do clube, foi suspensa a primeira praça, designada para o dia 20 e aberto o prazo para que os advogados dele se pronuncie e depois o magistrado decidir se vai suspender a segunda praça ou da segmento”, explicou Bruno Becker que finalizou falando sobre a terceira ação que continua em aberto.

“A terceira ação de um ex-funcionário do clube, até o final do dia nós estamos definindo qual estratégia tomar para encerrar esse caso também”, finalizou.


Mais Lidas