COPA DO NORDESTE

Vice-presidente da Liga confirma que Pernambuco era o preferido para realizar a Copa do Nordeste


Alexi Portela confirmou a informação em entrevista ao Nordestão Cast

Publicado em 16/07/2020 às 14:31
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Desde a paralisação do futebol causada pela pandemia do novo coronavírus, a dúvida sobre o futuro da Copa do Nordeste era grande. No último dia 7 de julho, a Liga do Nordeste confirmou o retorno da competição, que será realizada em sede única e o local escolhido na Bahia. No entanto, a ideia da Liga do Nordeste era realizar a competição em Pernambuco.

Em entrevista ao Nordestão Cast, podcast exclusivo sobre a Copa do Nordeste, o vice-presidente da Liga, Alexi Portela, relatou sobre a preferência da realização dos jogos em Recife, que seria melhor localizada geograficamente para receber os clubes.

OUÇA O NORDESTÃO CAST:

“A gente esperava que fosse em Pernambuco também. Porque teria mais translado de ônibus pelo pessoal da Paraíba e Alagoas. Seria muito mais barato para a Liga, para os clubes e você teria quatro campos, como a Arena, os três dos clubes e dois campos do Retrô. Porque a gente teria que ter seis jogos simultâneos já que um depende do outro. Como está no regulamento, a gente não poderia ter quatro jogos em um dia e quatro em outro e, nessa última rodada, são seis jogos simultâneos.”, afirmou.

Além dos estádios, Pernambuco conta com outros quatro Centro de Treinamentos (CTs do Náutico, Retrô, Santa Cruz e Sport) que poderiam ser utilizados tanto para treinos, quanto para jogos. Por isso, o vice-presidente da Liga do Nordeste lamentou a não confirmação da sede em Recife e explicou o motivo da escolha em Salvador.

“Para a gente foi triste porque a gente esperava que fosse Pernambuco, mas a gente não tinha tempo. Dia 9 de agosto começam todas as competições nacionais e a gente precisa terminar a Copa do Nordeste para ter uma melhor visibilidade, acompanhamento e se termina antes da Série A, B e C não teria o mesmo acompanhamento de todos nós do que a competição terminando no meio. Tendo a final ou a semifinal entre um jogo e outro como Libertadores e Sulamericana. Não seria bom para a competição e realmente sai ganhando quem saiu na frente quando houve a liberação de seus jogos e essa foi a grande definição por parte da Bahia”, completou Alexi Portela.

Pontos que seriam a favor de Pernambuco:

Números de casos de coronavírus:

Até última segunda-feira (13), dia da gravação do Nordestão Cast, a Bahia contabilizava 105.764 mil casos da covid-19, sendo 29.550 mil ativos. Enquanto Pernambuco totalizava 72.470 mil casos, sendo 21.620 mil ativos. Números que seriam reduzidos caso fosse limitar para o âmbito da Região Metropolitana do Recife, onde estão localizados os estádios e Centro de Treinamentos. Ao contrário da Bahia que os estádios são mais distantes.

Distância dos estádios:

Na Bahia, três estádios que estão definidos como jogos da Copa do Nordeste passam de mais de 110 km de distância de Salvador, como a Arena Cajueiro, Joia da Princesa (ambos com cerca de 115,5 km) e o Valfredão (cerca de 191 km). Já em Pernambuco, o local mais distante seria o Centro de Treinamento do Sport que fica a 24 km de distância do Marco Zero, do Recife.


Mais Lidas