NÁUTICO

“Acreditamos na força do elenco”, diz vice-presidente do Náutico


Náutico enfrenta o Salgueiro na primeira partida após a paralisação pela pandemia do novo coronavírus.

Publicado em 17/07/2020 às 10:24
Léo Lemos/Náutico
FOTO: Léo Lemos/Náutico
Leitura:

O futebol retorna após mais de quatro meses de paralisação aqui no Nordeste e o Náutico já encara duas decisões: neste domingo (19), o Timbu enfrenta o Salgueiro pela última rodada da primeira fase do Estadual; na próxima quarta-feira (22), o Alvirrubro duela diante do Bahia, também pela última rodada, mas desta vez da fase de grupos da Copa do Nordeste. Para não depender de ninguém, o Náutico precisa vencer nos dois jogos – embora um empate praticamente o classifique para a próxima fase do Campeonato Pernambucano.

Para estes dois jogos, o Náutico não contará com o seu principal jogador: o meia Jean Carlos. Isso porque o camisa 10 alvirrubro testou positivo para o novo coronavírus e desfalca o Timbu por 14 dias – no mínimo. No entanto, mesmo sem poder contar com seu maestro para as duas decisões, o Alvirrubro segue confiante. Em entrevista ao repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, o vice-presidente do Náutico, Diógenes Braga, disse que acredita na força do elenco do Náutico.

“Se por um lado perdemos ele (Jean Carlos), por outro damos oportunidades a outros atletas que estão esperando. Acreditamos na força do elenco. Todo mundo tem treinando bem e estamos seguros que quem entrar ali vai fazer o seu papel, porque está buscando a posição e quer mostrar sua qualidade. Claro que Jean é um jogador importante, mas confiamos em todo o elenco para fazer um bom papel”, disse Diógenes Braga, que completou destacando que, mesmo o Timbu seguindo todas as prevenções, não há garantia de não haver infecção.

“Seguimos as medidas mas não é garantia, é um vírus que se sabe pouco, falta muita resposta sobre ele. Claro que a gente cumpre tudo e minimiza os riscos, mas não é garantia que não vai haver infecção. Temos aspectos negativos de perder o atletas, mas tem o aspecto positivo que o atleta está bem. Primeiro nos preocupamos com a saúde dele, que está bem, está tranquilo, e a segunda é que o protocolo funciona, a situação está muito leve, se fosse em outra (sem o contexto da pandemia) poderia passar em branco. O nosso protocolo traz muita segurança e vamos seguir diante dos desafios. Isso mostra a necessidade de seguir o protocolo, de atender tudo que é colocado a frente”, completou o vice-presidente do Náutico.

DECISÃO EM SALGUEIRO É O PONTAPÉ NA RETOMADA

Após mais de quatro meses longe dos gramados, o Náutico volta a campo no próximo domingo, dia 19 de julho, diante do Salgueiro, em um compromisso válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Pernambucano. Para este duelo, o Timbu está comercializando ingressos solidários, onde o dinheiro revertido será destinado ao pagamento dos funcionários. Todos os bilhetes estão custando R$ 10 e podem ser adquiridos no site Nação Timbu, exclusivo para Sócios; ou através do Futebol Card, para o público geral.

Com 12 pontos e ocupando a 4ª colocação, o Timbu só depende de si para se classificar. Se o Alvirrubro vencer o Salgueiro, no Cornélio de Barros, está classificado sem se preocupar com os outros resultados. Caso o Náutico empate, vai precisar torcer para que Sport, Central ou Afogados não vençam seus jogos, com os dois últimos também precisando tirar um saldo de quatro gols – eles enfrentam Santa Cruz, Decisão e Vitória, respectivamente. Se pelo menos um desses empatar, o Timbu está classificado, mesmo que perca para o Salgueiro. Se os três adversários triunfarem de forma simples e o Carcará derrotar o Alvirrubro, aí o Náutico está eliminado e vai jogar o quadrangular do rebaixamento.


Mais Lidas