SANTA CRUZ

Presidente do Santa Cruz descarta saída de Fabiano "ninguém procurou ele"


O lateral do Santa Cruz teve seu nome ligado ao Operário-PR

Publicado em 04/08/2020 às 11:02
Rafael Melo/Divulgação Santa Cruz
FOTO: Rafael Melo/Divulgação Santa Cruz
Leitura:

O lateral-esquerdo do Santa Cruz, Fabiano, teve seu nome ligado a uma possível saída do clube antes da final do Campeonato Pernambucano. De acordo com notícia, o Operário-PR teria um acordo com o atleta para a disputa do restante da temporada. No entanto, o presidente Constantino Júnior tratou de esclarecer o verdadeiro cenário.

Em entrevista para a Rádio Jornal, o mandatário Coral confirmou que não existe qualquer tipo de negociação. "Eu conversei com Alarcon Pacheco, executivo do Vitória, e devo conversar mais tarde com Paulo Carneiro. Ele me disse que teve uma sondagem no início do ano por parte do Operário e nada mais do que isso. O jogador não pode sair direto do Santa para o Operário. Ele pertence ao Vitória e tem que ser feito a devolução para ser feito o reempréstimo", disse Tininho

OUÇA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA:

Constantino Júnior elogiou o atleta que vem sendo titular da posição e questionou a notícia ter sido veiculada nas vésperas da final do Campeonato Pernambucano. "Fabiano é um profissional que tem uma boa relação com o grupo, que se dedica ao máximo aos trabalhos do dia a dia. Conversei com o Vitória e não existiu a procura. É até estranho o fato de uma véspera de final estar falando numa situação dessa", questionou Tininho e que completou reafirmando que a notícia não passa de especulação.

"A gente trata como especulação pelo fato de ninguém do Vitória ter nos procurado, pelo contrário, eu que liguei pro Alarcon e ele disse que ninguém procurou ele. Não sei trata de jogada de empresário e até o momento a gente trata como especulação", encerrou.

Final

O Santa Cruz entra em campo na noite desta quarta-feira (5) para a disputa da taça do Campeonato Pernambucano contra o Salgueiro. A Rádio Jornal transmite todas as emoções da partida, a partir das 20h, com a narração de Aroldo Costa, comentário de Ralph de Carvalho, reportagens de João Victor Amorim e Antônio Gabriel e Marcelo Araújo no plantão.


Mais Lidas