Contra o Vasco, Sport busca segunda vitória no Brasileirão

A partida começa às 20h e é válida pela segunda rodada

CAMPEONATO BRASILEIRO
Contra o Vasco, Sport busca segunda vitória no Brasileirão

Elton marcou dois gols na abertura do Brasileirão. - Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem

Davi Saboya | Pedro Alves

A vitória na estreia da Série A do Campeonato Brasileiro deixou o Sport animado para o confronto deste sábado diante do Vasco. Após vencer o Ceará na Ilha do Retiro por 3×2, o Leão enfrenta o time carioca, às 20h, em São Januário, no Rio de Janeiro, em partida válida pela segunda rodada. Mais leve, a equipe rubro-negra quer levar de volta para casa o máximo de pontos dos dois jogos seguidos longe de Pernambuco. Isso porque no próximo domingo o adversário é o Atlético-GO no estádio Olímpico.

Contra o Vasco, o Sport conta com uma grande vantagem depois de paralisação no futebol provocada pela pandemia do novo coronavírus. Os pernambucanos disputaram quase quatro vezes mais jogos que os cariocas. Eliminado precocemente do Carioca, as únicas duas partidas oficiais do clube Cruzmaltino aconteceram nos dois 28 de junho e 2 de julho diante do Macaé e Madureira, respectivamente.

Já os comandados do técnico Daniel Paulista participaram de sete duelos: quatro pelo Pernambucano (Santa Cruz, Vitória das Tabocas, Decisão e Petrolina), dois válidos pela Copa do Nordeste (Confiança e Fortaleza) e um no Brasileirão (Ceará). Vantagem que o treinador do Sport se mostrou ciente e tem observado o adversário do Rio de Janeiro nos amistosos feitos recentemente.

“A expectativa é de mais um jogo difícil. Assim como todos da Série A. O Vasco vive um momento diferente, já que pouco atuou depois da paralisação. Tem feito amistosos e em cima desses jogos vamos trabalhar nesses dias algumas coisas que precisamos melhorar para este jogo de quinta-feira no Rio de Janeiro”, afirmou Daniel.

RETROSPECTO

Se conseguir vencer, o Sport também irá obter uma melhora no desempenho atuando no Rio de Janeiro contra o Vasco. Ao todo, foram 12 jogos, com quatro vitórias rubro-negras, dois empates e seis vitórias cariocas. Um aproveitamento de 38,8% no mando do Cruzmaltino. O último triunfo leonino aconteceu em 2012 pelo segundo turno do Brasileirão, quando o Sport acabou rebaixado. Com gols do meia Hugo e dos atacantes Felipe Azevedo e Henrique, o Rubro-negro bateu o Vasco por 3×0.

De lá para cá aconteceram mais três jogos na casa do Gigante da Colina com três triunfos do mandante. Em 2015 e 2017 por 2×1, e a última em 2018 por 3×2. No confronto geral entre as duas equipes em Campeonatos Brasileiros, são 28 jogos, com oito vitórias do Sport, oito empates e 12 triunfos vascaínos.

ESCALAÇÃO

Em relação ao time titular, o técnico Daniel Paulista viajou com quatro novidades no elenco. Recuperado de uma lesão no pé, o meia Bruninho voltou a ser relacionado e deve ficar como opção no banco de reservas. Outras alternativas serão os volantes Marcão e Ricardinho, como também o atacante Lucas Venuto.

Esses dois últimos foram anunciados nesta semana e tiveram os respectivos nomes publicados no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) terça e quarta-feira. Ricardinho estava no Guarani e Lucas Venuto defendia o Santos. Ambos não estavam sendo aproveitados nos clubes e assinaram com o Leão até o fim da Série A.

Por outro lado, o departamento médico ainda não liberou nenhum dos pacientes. O atacante Leandro Barcia segue em tratamento da lesão muscular na coxa e vai passar cerca de três a quatro semanas em recuperação. O lateral-direito Raul Prata continua fora por causa da contusão no joelho. O zagueiro Rafael Thyere e o volante Alê Santos estão na transição física.

Nessa quarta-feira, por meio da assessoria de comunicação, o Sport ainda divulgou que nenhum atleta foi vetado da partida devido ao protocolo de prevenção do novo coronavírus da CBF. “Resultado dos exames acabou de sair e o elenco profissional mais uma vez não teve nenhum infectado pela Covid-19. Lembrando que desde a nossa reapresentação pós-pandemia o único caso de jogador vetado pelo vírus foi do lateral Luciano, que já havia contraído o vírus antes do retorno aos treinos”, escreveu o clube.

Dentro desse cenário, Daniel Paulista pode repetir a mesma escalação que venceu o Ceará. A tendência é que Betinho siga como o companheiro de Willian Farias na cabeça de área e Jonatan Gomez seja o responsável pela criação. No ataque, o prata da casa Rafael deve formar o pelotão de frente com Marquinhos e Elton, que ganhou a vaga de Hernane Brocador após marcar três gols no quadrangular do rebaixamento no Estadual e dois na abertura do Brasileirão.

MARCÃO

O detalhe curioso da lista de relacionados do Sport é a presença do volante Marcão. Em 2020, ele apenas esteve presente na equipe titular no segundo tempo da vitória em cima do Central pelo Estadual no terceiro duelo da temporada. Com Daniel Paulista, nos 13 confrontos, ainda não tinha sido relacionado.

“Vitória. Não estamos pensando em empate ou derrota. A expectativa é muito boa. Os caras do outro lado (Vasco) querem vencer e a gente também tem o mesmo desejo. Quem errar menos vai ter mais chance de vencer. O pensamento é de vitória sempre”, afirmou o atacante Marquinhos. “Estamos vindo de uma estreia tensa. Não consegui dormi, me alimentar direito, mas hoje já estou mais tranquilo”, completou.

FICHA DO JOGO – VASCO X SPORT

Vasco – Fernando Miguel; Pikachu, Leandro Castán, Ricardo Graça e Henrique; Fellipe Bastos, Andrey e Benítez; Gabriel Pec, Cano e Talles. Técnico: Ramon Menezes. Esquema: 4-3-3.

Sport – Mailson; Patric, Maidana, Adryelson e Sander; Willian Farias, Betinho e Jonatan Gomez; Rafael, Marquinhos e Elton. Técnico: Daniel Paulista. Esquema: 4-3-3.

Local: estádio São Januário, Rio de Janeiro.
Horário: 20h00.
Árbitro: Rodolpho Toski Marques (PR).
Assistentes: Bruno Boschilia e Sidmar dos Santos Meurer (ambos de PR).

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.