Negueba chega ao Santa Cruz com missão de tentar solucionar principal problema do time em 2020

Santa Cruz negocia com jogadores para atuar na ponta

SANTA CRUZ
Negueba chega ao Santa Cruz com missão de tentar solucionar principal problema do time em 2020

Negueba deve chegar ao Recife para ser apresentado pelo Santa Cruz em breve. - Foto: Acervo Pessoal

Lucas Holanda | Pedro Alves

Não é novidade que o Santa Cruz carece de atletas que possam desempenhar a função de ponta no time titular coral. Mesmo com o Tricolor mostrando diversas fases competitivas em 2020, os atacantes de beiradas não conseguiram se firmar no ataque coral. Exceção de Kleiton que atuou em apenas três partidas – todas depois da paralisação -, os outros companheiros estão desde o começo do ano e, até agora, não conseguiram uma sequência muito positiva. Alguns, inclusive, atuam improvisados. Sabendo disso, a Cobra Coral está no mercado e já trouxe o primeiro reforço para tentar solucionar esta lacuna: o ponta Negueba, que estava no Vitória mas pertence ao Globo e vem por empréstimo até o fim da Série C. O atleta ainda não foi oficializado, mas deve chegar ao Recife até sexta-feira para ser apresentado oficialmente e ficar à disposição do técnico Itamar Schulle.

De acordo com o presidente Constantino Júnior, em entrevista ao comentarista Ralph de Carvalho, da Rádio Jornal, além de Negueba, outra peça para o ataque está negociando com o Santa Cruz e pode acertar com o Tricolor em breve. O mandatário coral também reconheceu a necessidade de trazer peças com características para o setor das pontas.

“Para esse setor do campo, sabemos da carência e do que a gente sofreu sem ter jogadores com essas características. Tivemos muito jogadores “9” atuando por ali. Alguns jogos usamos o Patrick, o Mayco Félix, o Rangel, que saíram de se suas características. A gente sabe da dificuldade. Procuramos atletas que disputaram o Campeonato Paulista e Carioca, e são atletas com o perfil financeiro mais alto. A gente está fazendo esforço para qualificar o time para o Brasileiro. Já temos um fechado que deve chegar até amanhã (sexta-feira) no Arruda e esse atleta com maior bagagem devemos concluir em breve. Não é uma negociação fácil, mas o Itamar, o Fred, o Nei Pandolfo estão envolvidos nessa contratação. A gente está perto de suprir essa carência do nosso elenco que são esses jogadores de lado”, disse Constantino Júnior.

Derlis Alegre, Augusto Potiguar, Mayco Félix, Kleiton, Chiquinho, Filipe Simplício, Jeremias, Victor Rangel, Patrick Nonato, João Cardoso. Todos esses foram usados pelo técnico Itamar Schulle como jogadores de lado do ataque. No entanto, alguns nem características para jogar na ponta têm, mas o comandante acabava usando por não ter opções à disposição. O centroavante Victor Rangel, por exemplo, teve que atuar algumas vezes pela beirada – fora de sua posição de origem – e não teve boas apresentações.

Com a chegada de Negueba, Itamar ganha, enfim, um jogador pronto para a posição, algo tão pedido pelo treinador coral. Depois do empate em 0 x 0 na estreia da Série C, o técnico ratificou o discurso da importância de ter peças que cheguem para jogar na sua posição, sem a necessidade de improvisações. “É fundamental isso (trazer peças que sejam da posição). E já estamos atrasados nisso. Se a gente tivesse dois ou três jogadores nesse perfil, teríamos saído com os três pontos (Contra o Paysandu)”, disse Schulle.

Em 12 jogos do Campeonato Pernambucano, o técnico Itamar Schulle usou oito combinações diferentes no trio de ataque titular, o que prova que o técnico vem tentando achar a todo custo os dois jogadores de beirada ideais ao lado de Pipico. Contra o Paysandu, na estreia da Série outra dupla de pontas ao lado do camisa 9 coral.

CARACTERÍSTICAS DE NEGUEBA

Negueba é um ponta que conseguiu ser um dos artilheiros da Série C do ano passado com seis gols, atuando pelo Globo. Segundo o técnico do time potiguar, Hygor César, o jogador tem facilidade na finalização e se destaca na velocidade. “Utilizava muito ele de extremo pelo lado contrário. Ele tem velocidade uma força grande e carrega bem a bola. Usava ele na extrema esquerda, porque ele tem facilidade de cortar pra dentro e finalizar em gol. Se destacou comigo dessa forma e acabou no passado fazendo bastante gols no Estadual e na Série C (em 2019), sendo um dos artilheiros da competição. O ponto forte dele é a velocidade, essa arrancada e sempre com o objetivo ao gol”, apontou o treinador em entrevista ao repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal.

Ainda de acordo com o técnico do Globo, Negueba também pode ajudar o Santa Cruz com a bola parada, tão decisiva se for bem aproveitada. “A bola parada dele é muito boa. Ele bate bem na bola e falta na frente da área é meio gol. Cobre bem falta, escanteio, pênalti… Claro que o menino tem muito a evoluir. Ele é novo ainda, mas já vem fazendo bons jogos, gols e, pela idade, já é tarimbado por jogar uma Série C e D. Então, vejo que vai ser um bom nome para fortalecer a equipe do Santa Cruz”, finalizou.

ESCALAÇÕES DO SANTA CRUZ NO PERNAMBUCANO

1 rodada – 18/1 – Santa Cruz 3×0 Petrolina
 
Escalação: Maycon Cleiton; Júnior, William Alves, Danny Morais e Feliphe Gabriel (Mayco Félix); Bileu, Paulinho (Ítalo Henrique) e Jeremias; Augusto Potiguar, Patrick Nonato (Toty) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle. Gols: Pipico (duas vezes) e Patrick Nonato.
 
2 rodada – 21/1 – Retrô 1×2 Santa Cruz
 
Escalação: Maycon Cleiton, Júnior, William Alves, Danny Morais e Feliphe Gabriel (Toty);  Bileu, Paulinho (Ítalo Henrique) e Jeremias; Augusto Potiguar, Patrick Nonato (Mayco Félix) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle. Gols: Danny Morais e Mayco Félix. Jaildo (Retrô).
 
3 rodada – 2/2 Santa Cruz 1×0 Vitória
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Denilson e Feliphe Gabriel; Bileu (Felipe Almeida), Lucas Gonçalves (Tinga) e Jeremias; Mayco Félix (Didira), Patrick e Pipico. Técnico: Itamar Schulle. Gol: Pipico
 
4 rodada – 16/2 – Central 0x0 Santa Cruz
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Denilson, William Alves e Fabiano; André, Paulinho e Didira (Júnior); Patrick Nonato (Célio Santos), Mayco Félix (Jeremias) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle.
 
5 rodada – 11/ 2 – Santa Cruz 2×1 Salgueiro
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Fabiano; Denilson (Bileu), Paulinho e Didira; Patrick (Feliphe Gabriel), Mayco Félix (Augusto Potiguar) e Pipico. Técnico:Itamar Schulle. Gols: Pipico, e  Adenilson (contra).  Willian Anicete (Salgueiro)
 
6 rodada – 19/2 – Afogados 0x2 Santa Cruz
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Fabiano (Feliphe Gabariel); Bileu, Paulinho e Didira; Patrick (André), Victor Rangel (Jeremias) e Pipico. Técnico:Itamar Schulle. Gols: Danny Morais e Toty
 
7 rodada – 1/3 – Santa Cruz 2×0 Náutico
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, William Alves, Danny Morais e Júnior (Feliphe Gabriel); Bileu, Paulinho (André), João Cardoso; Mayco Félix, Jeremias e Victor Rangel. Técnico: Itamar Schulle. Gols: Victor Rangel e William Alves 
 
8 rodada – 15/3 –Santa Cruz 2×1 Decisão
 
Escalação: Maycon Cleiton; Júnior, William Alves, Feliphe Gabriel e Fabiano; Chiquinho, André (Tinga), Didira e Jeremias; Patrick (Bileu) e Pipico. Técnico: Itamar Schülle. Gols: Jeremias e Fabiano. Aruá (Decisão).
 
9 rodada – 19/7 –Sport 1×2 Santa Cruz
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves (Célio Santos) e Fabiano; André (Bileu), Paulinho (Tinga) e Didira; Augusto Potiguar (Jeremias), Pipico e Victor Rangel (Mayco Félix). Técnico: Itamar Schulle. Gols: Pipico (duas vezes). Hernane Brocador (Sport).
 
Semifinal – 29/7 –Santa Cruz 0x0 Náutico (7×6 nos pênaltis)
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves (Célio) e Fabiano; André, Paulinho e Didira (Tinga); Derlis (João Cardoso), Victor Rangel (Jeremias) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.
 
Final – 2/8 –1 jogo 
 
Escalação: Maycon Cleiton; Danny Morais, William Alves e Célio Santos (Tinga); Toty, André (Bileu), Paulinho, Didira (Jeremias) e Fabiano; Derlis Alegre (Victor Rangel) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle. Gols: Danny Morais. Renato (Salgueiro)
 
2 jogo – 5/8
 
Escalação: Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Fabiano; André, Paulinho e Didira; Augusto Potiguar (João Cardoso), Jeremias (Derlis Alegre – Victor Rangel) e Pipico. Técnico: Itamar Schulle.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.