Santa Cruz enfrenta o Treze-PB em busca da primeira vitória na Série C

Partida começa às 20h, no estádio do Arruda

SANTA CRUZ
Santa Cruz enfrenta o Treze-PB em busca da primeira vitória na Série C

Santa Cruz empatou na primeira rodada da Série C. - Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem

Filipe Farias | Pedro Alves

Mesmo sem contar a presença da massa tricolor — os torcedores seguem impedidos de frequentarem os estádios de futebol por conta da pandemia do novo coronavírus —, o Santa Cruz encara a equipe do Treze-PB, nesta terça-feira (18), às 20h, no estádio do Arruda, pela segunda rodada da Série C, em busca da primeira vitória na competição, que o colocará no G-4. E, se depender do retrospecto do time coral como mandante na temporada, o triunfo em cima dos paraibanos tende a sair. Dos 11 confrontos atuando com o mando de campo (dez no José do Rego Maciel e uma na Arena de Pernambuco), a Cobra Coral segue invicta: venceu oito duelos e empatou três. Algo que aumenta a confiança em busca da vitória.

Entretanto, a partida contra os paraibanos não será das mais fáceis, já que o Treze acabou se conquistar o título do Campeonato Paraibano e chega ao Recife motivado e cheio de confiança pela conquista Estadual. “Vejo que o Treze foi campeão com méritos. Conquistou o título paraibano com justiça. Claro que vamos ter maiores dificuldades neste jogo, pois a equipe deles está entrosada, vem de um título e isso faz com que os atletas fiquem tranquilos, confiantes, mas não acredito em relaxamento. Eles venceram dois clássicos (Botafogo e Campinense) até chegar ao título Estadual, isso mostra o poder e a qualidade do adversário que vamos enfrentar. Temos de fazer a nossa parte, procurar criar oportunidades e transformá-las em gols para sairmos com a vitória e estar no pelotão da frente na tabela”, apontou Itamar Schulle.

Ao contrário da estreia da Terceirona, quando não contou com cinco titulares, agora, diante do Treze-PB, o treinador terá mais opções para escalar o time, contando com os retornos de André, Paulinho, Didira e Victor Rangel (recuperados do desgaste muscular), além do meia Chiquinho (curado de lesão na panturrilha). A improvisação, porém, segue na lateral esquerda. Com a saída de Fabiano (está acertando com o Operário-PR), o zagueiro Célio Santos segue no setor.

“Não temos nenhum jogador no departamento médico. Isso é raro. Tem clubes de Série A e B que têm oito, dez, doze (atletas no DM). Seguimos o trabalho junto com o DM que é muito bom, além de os atletas entenderem a necessidade de treinar, se cuidar, fazer a prevenção, pois nosso plantel é curto, só com 26 jogadores. Todos estão à disposição e vamos buscar fazer um grande jogo para vencer e estar entre os primeiros da classificação”, desejou Schulle.

 

TREZE-PB

Embalado pela conquista do título do Campeonato Paraibano, a equipe do Treze vem ao Recife buscando surpreender o Santa Cruz. Apesar de o confronto com o Tricolor Pernambucano ser válido pela segunda rodada da Série C, essa será a estreia do Galo na Terceirona, já que a estreia contra o Imperatriz acabou sendo adiada devido 12 atletas do time maranhense dos 19 relacionados testarem positivo para a covid-19.

Por isso, mesmo ressacado após sagrar-se campeão Estadual, o Treze sabe da importância de buscar pontuar no Arruda para já figurar na parte de cima da tabela do Grupo A e ficar dentro dos clubes que avançam para a segunda fase da Série C.

Para esse confronto diante do Santa Cruz, o técnico Moacir Júnior terá apenas um desfalque entre os titulares. Isso porque o zagueiro Nilson Júnior levou cartão vermelho quando ainda defendia a equipe do Jacuipense-BA, em partida contra o Manaus, nas semifinais da Série D do ano passado. Como o jogador não disputou nenhuma competição nacional desde então, será obrigado a cumprir suspensão diante do Tricolor Pernambucano. Com isso, a substituição natural deve ser a entrada de Alisson Cassiano na zaga paraibana, formando dupla com Breno Calixto, ex-Náutico.

Outra peça conhecida do torcedor pernambucano é o atacante Caxito, que foi artilheiro do Campeonato Pernambucano por dois anos consecutivos: em 2017, pelo Afogados, marcou nove gols; e em 2018, pela equipe do América, anotou oito gols no Estadual. Entretanto, desde que chegou ao Treze, no início da temporada, ainda não desencantou. Em dez partidas disputadas pelo clube paraibano, Caxito ainda não marcou nenhum gol no ano.

Ficha do jogo

SANTA CRUZ

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Célio Santos; André, Paulinho e Didira; Augusto Potiguar, Mayco Félix (Jeremias) e Pipico.
Técnico: Itamar Schulle.
Esquema: 4-3-3.

TREZE-PB

Jeferson; Léo Pereira, Breno Calixto, Alisson Cassiano e Gilmar; Robson, Tales, Vinicius Barba e Alexandre Santana; Douglas Lima e Frontini.
Técnico: Moacir Júnior.
Esquema: 4-4-2.

Local: estádio do Arruda, no Recife (PE).
Horário: 20h.
Árbitro: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho (RJ).
Assistentes: Diogo Carvalho Silva e Daniel de Oliveira Alves Pereira (ambos do RJ).

 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.