SPORT

Sport perde para o Santos e soma três jogos sem vitórias


Leão teve um bom desempenho na primeira etapa, mas caiu de rendimento e foi derrotado na Ilha do Retiro

Davi Saboya
Davi Saboya
Publicado em 20/08/2020 às 21:30
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O Sport conseguiu até ser um pouco melhor que o Santos no primeiro tempo, mas na etapa final foi amassado pelo adversário. O Leão perdeu por 1×0 para o Peixe, nesta quinta-feira, na Ilha do Retiro, em partida válida pela quarta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. O gol dos paulistas foi marcado pelo atacante Marinho, ex-Náutico.

Os rubro-negros conseguiram criar chances de balançar a rede, mas não estavam com a pontaria afiada. Tão pouco conseguiram repetir o desempenho do começo do confronto. O que deixou até visível a falta de opções criativas do técnico Daniel Paulista no banco de reservas.

Com o resultado, o Sport caiu cinco posições, ocupa a décima sexta colocação e fica muito próximo da zona de rebaixamento. A próxima partida está marcada para este domingo contra o São Paulo, às 19h, também na Ilha do Retiro.

O JOGO

A partida entre Sport e Santos começou bastante equilibrado. Mandante, o Leão tentou logo controlar a posse de bola e pressionar o adversário. Porém, continuou errando no último passe. Enquanto isso, a equipe paulista conseguiu sair da defesa para o ataque e teve a primeira finalização do confronto com o garoto pernambucano Kaio Jorge, que mandou por cima do gol. A resposta dos rubro-negros aconteceu com o chute de longe do meia Bruninho.

Em seguida, gostando do jogo, o Santos começou a cerca o gol de Mailson com o quarteto ofensivo Sánchez, Soteldo, Marinho e Kaio Jorge. A defesa pernambucana se postou bem. Tanto que o lance mais perigo do Peixe foi em uma cobrança de falta rasteira de Marinho na entrada da grande área. Principal peça do setor ofensivo dos paulista, o ex-atacante do Náutico sempre leva perigo caindo pelo lado esquerdo da defesa do Leão.

Consciente na partida, o Sport não deixou o Santos crescer e criou a primeira chance clara de gol. Em boa troca de passes do pelotão de frente, Jonatan Gomez encontrou Bruninho livre na grande área. Ele não conseguiu bater direito na bola, porém, mesmo assim, obrigou João Paulo a espalmar. No rebote, Elton chutou forte em cima do goleiro. Pouco tempo depois, Elton recebeu belo cruzamento de Patric, mas mandou de cabeça para fora.

Mesmo com menor posse de bola, o Leão esteve mais perto do gol do Peixe e conseguiu criar boas oportunidades. Numa outra investida, Jonatan Gomez pegou a sobra livre na entrada da grande área, bateu consciente tirando do goleiro, mas acertou Bruninho, que estava caído no chão em posição de impedimento. No fim do primeiro tempo, ainda deu tempo das equipes chegarem perto de abrir o placar.

Em um erro na saída de bola, Patric encontrou Ricardinho chegando como “homem surpresa” na grande área do Santos. O volante conseguiu chutar, mas sem tanta força em cima de João Paulo. No lance do Peixe, o Mailson precisou entrar em ação para salvar o Sport. Num rápido contra-ataque, Kaio Jorge arrancou, invadiu a grande área, deixou Adryelson no chão e bateu rasteiro para grande defesa do goleiro rubro-negro.

Depois do intervalo, o Santos voltou melhor que o Sport. Com mais intensidade, os visitantes exploravam as chegadas em velocidade pelas laterais. Sentindo a pressão, o técnico Daniel Paulista tentou conter o adversário com as entradas de Betinho e Ronaldo nas vagas de Jonatan Gomez e Bruninho, respectivamente. Assim, optando por três volantes e liberando os laterais. Mas, a estratégia não surtiu efeito.

O Peixe continuou em cima do Leão e o gol foi ficando cada vez mais maduro. E, como diria o ditado, “água mole, pedra dura, tanto bate até que fura”. Tudo começou com um erro do sistema defensivo do Sport. Willian Farias inverteu uma bola para Philip, que não conseguiu dominar pelo lado do campo e os paulistas cobraram rapidamente o lateral pegando os rubro-negros desprotegidos.

Aos 30 minutos, Marinho recebeu pelo lado direito, arrancou e bateu com categoria para o fundo da rede utilizando a perna canhota . Apesar de mal na partida, o Sport conseguiu responder. Philip cruzou para Ronaldo de cabeça obrigar João Paulo a fazer grande defesa e evitar o empate. O Sport ainda tentou o tradicional abafa no fim do jogo, no entanto, não conseguiu repetir o feito da rodada anterior diante do Atlético-GO quando arrancou o empate no último minuto.

FICHA DO JOGO – SPORT 0X1 SANTOS

Sport – Mailson; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Luciano Juba (Sander); Willian Farias, Ricardinho (Hernane Brocador) e Jonatan Gomez (Betinho); Bruninho (Ronaldo), Marquinhos e Elton (Philip). Técnico: Daniel Paulista.

Santos – João Paulo; Pará, Alison, Luan Peres e Felipe Jonatan; Jobson (Jean Mota), Diego Pituca e Carlos Sánchez (Tailson); Marinho (Alex), Soteldo (Marcos Leonardo) e Kaio Jorge (Lucas Braga). Técnico: Cuca.

Local: Ilha do Retiro.
Árbitro: José Mendonça da Silva Júnior (PR).
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Victor Hugo Imazu dos Santos (ambos PR).
Gol: Marinho aos 30 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Maidana, Adryelson, Bruninho, Ronaldo e Willian Farias (Sport). Soteldo e Lucas Braga (Santos).


Mais Lidas